1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Tudo a postos para receber as seleções africanas no Mundial de futebol no Brasil

Cinco equipas africanas procuram o título no Mundial de futebol no Brasil. Nas cidades onde ficam hospedadas, os responsáveis garantem uma receção à altura, com comida, cultura e debates a condizer.

A história do Brasil entrelaça-se à de muitos países africanos, seja na dança, música, culinária, religião ou arte. Por isso, o Brasil não poderia deixar de abrir os braços para receber as cinco seleções africanas que irão participar no Campeonato Mundial de Futebol que se realiza este ano no país.

Os brasileiros já têm as bandeiras nacionais prontas, mas muitos têm metade do coração ocupado pelas cores das equipas do Gana, Nigéria, Costa do Marfim, Camarões e Argélia.

Entretanto, a seleção da Costa do Marfim já chegou ao Brasil. Fez o primeiro treino em Águas de Lindóia, no estado de São Paulo, no domingo (10.06) e viaja na quinta-feira (12.06) para Pernambuco, onde vai defrontar no sábado (14.06) o Uruguai. Também as equipas dos Camarões e da Argélia já estão em solo brasileiro.

Eröffnungsspiel Arena de Sao Paulo

O estádio do Corinthians, em São Paulo, vai receber a abertura do Campeonato Mundial de Futebol, no dia 12

Campinas em festa

Em Campinas, no estado de São Paulo, todos aguardam a chegada da seleção nigeriana no dia 11 de junho.

“Nós vamos fazer um evento no hotel, no dia 11, e no treino, no estádio de Campinas, nós vamos fazer três apresentações culturais para os fãs e para a delegação da Nigéria”, revela Valdir Oliveira, coordenador da Comissão de Recepção da Seleção da Nigéria, na Comunidade Negra de Campinas. Valdir Oliveira chega a confessar que mal pode esperar pela chegada dos jogadores.

O secretário municipal de Cultura da região, Ney Carrasco, indica que o principal objetivo é mostrar a importância da cultura negra na construção das raízes brasileiras.

“A ideia é mostrar a cultura brasileira, nas suas várias manifestações, e no caso da Nigéria é mostrar a irmandade cultural que existe. São as tradições africanas que sobreviveram no Brasil e que se tornaram a cultura brasileira”, explica.

Trazidos de várias regiões africanas para trabalharem como escravos durante o período colonial, os negros tiveram um papel fundamental na criação do município de Campinas, como explica a historiadora e urbanista Alessandra Ribeiro.

Ouvir o áudio 05:28

Tudo a postos para receber as seleções africanas no Mundial de futebol no Brasil

“A cidade de Campinas foi construída a partir da presença dos africanos e continua com os afro descendentes”, afirma.

Alessandra Ribeiro também é a coordenadora da Casa de Cultura Fazenda Roseira, onde grande parte dos eventos de receção vai estar concentrado, assim como a transmissão televisiva dos jogos.

Os centros culturais têm uma programação especial durante o período da prova desportiva, com mesas de debates e discussões sobre a situação dos negros no Brasil e no mundo.

“Nós vamos receber as pessoas com comida típica e atividades culturais e vamos rematar tudo isto com debates sobre diversos temas, como a Copa do Mundo e a própria presença negra na comunidade brasileira”, indica, realçando que o povo campineiro está pronto para receber todos os visitantes que queiram rumar à região.

“Nós vamos torcer pelo Brasil, mas nos jogos que não forem com a seleção nacional, com certeza torceremos pela Nigéria”, frisa.

Maceió pronta para receber o Gana

A seleção do Gana também está pronta para desembarcar no dia 11 em Maceió, capital do estado de Alagoas, na região Nordeste do Brasil. O local é conhecido pelas belas praias e pela forte cultura folclórica.

Fußball WM 2014 Brasilien Stadien Rio Maracana Stadion

No Rio de Janeiro, o estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido por Maracanã, vai acolher a final do torneio

O coordenador do Comité da Copa em Alagoas, Marcos Pradinis, adianta que serão feitas apresentações com música e culinária para os hóspedes.

“Nós vamos colorir toda a cidade com as cores da bandeira do Gana, vamos montar uma receção no hotel onde eles vão ficar hospedados com manifestações folclóricas, com crianças com a bandeira do Gana, com amostras de sucos tropicais e um pouco da gastronomia local”, conta.

No dia 13 de junho, os jogadores ganenses devem fazer um treino aberto ao público durante a manhã, no estádio Rei Pelé.

Cerca de dez mil pessoas são esperadas no evento e os ingressos serão distribuídos gratuitamente, de acordo com Pradinis.

Brasilien Präsidentin Dilma Rousseff mit WM-Pokal

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, afirma que o país está preparado para a Copa e critica "pessimistas"

Além disso, a secretaria de Turismo de Alagoas pretende ainda levar os jogadores do Gana até à região de Serra da Barriga, no município de União dos Palmares. O local foi palco de um dos maiores movimentos de resistência à escravidão do Brasil da época colonial: o Quilombo dos Palmares.

A data em que o líder, Zumbi dos Palmares, morreu é celebrada até hoje como o dia da Consciência Negra no Brasil, a 20 de novembro.

Camaroneses em campo

Depois de atrasos e alguns problemas no voo, a seleção de Camarões desembarcou em Vitória, capital do Espírito Santo, no início desta semana.

Em entrevista à DW, o secretário municipal de Turismo, Trabalho e Renda, Leonardo Kröhling, disse que os jogadores tiveram uma recepção cheia de cultura brasileira.

Samuel Eto o Testspiel Albanien - Kamerun

Samuel Eto'o, a esperança da seleção de Camarões para avançar no Mundial

“É com muita felicidade que a gente está recebendo a seleção de Camarões em Vitória. O futebol africano é um futebol que a gente respeita muito e é alegre, bem parecido com o brasileiro”, diz.

Kröhling ainda afirma a importância dos camaroneses que “sempre conseguem passar por fases nas copas, surpreendendo a todos”. A equipe, comandada pelo técnico alemão Volker Finke, tem a mesma base que disputou o mundial da África do Sul, em 2010. A estrela do time continua sendo Samuel Eto’o, que pode ser a chave para a surpresa na Copa do Mundo no Brasil.

Os jogadores camaroneses já fizeram um treino aberto no estádio Kleber Andrade, construído para o Mundial. O secretário municipal de Turismo, Trabalho e Renda de Vitória também fala que uma das razões para a escolha da capital como cidade sede se deve à localidade estratégica, na região Sudeste do país.

Argélia a todo vapor

Aliás, quem também já está pronta para Copa é a seleção da Argélia, que treina desde domingo em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo.

A coordenadora executiva do Comitê Local da Copa na cidade, Miriam Zacarelli, disse que a seleção foi recebida com muita festa, mas quem ganhou mesmo o presente foram os miúdos.

“As crianças de uma escola fizeram muitos trabalhos sobre a cultura da Argélia e estavam sonhando em ficarem próximas aos jogadores. Eles desceram do ônibus, mesmo sendo uma cerimônia rápida, mas as crianças, que não tinham dormido duas, três noite antes, [conseguiram o que queriam]. Foi muito lindo”, afirma.

A recepção também contou com um show da banda regional Marcial e a apresentação de malabares feita por algumas meninas da cidade. Outras inúmeras programações foram feitas para levar a cultura regional aos olhos dos jogadores e dos turistas.

2012 London Olympic Games Ägypten Brasilien

Os brasileiros torcem para as seleções africanas no Mundial, mas "somente quando não jogarem contra o Brasil", diz entrevistado

A seleção da Argélia recebeu os brasileiros em um treino aberto. Além disso, a banda argelina El Rey chega ao país para seguir os jogadores em todas as disputas durante o Mundial.

“Nós vamos fazer uma integração intercultural entre os jovens argelinos e os jovens de Sorocaba”, conta Zacarelli.

Futebol e Arte

Tem atração também no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, o que confirma que futebol tem um lado artístico.

De acordo com o curador Ivald Granato, a ideia da exposição “Futebol Arte” começou na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006, criou raízes também nos jogos da África do Sul, que ocorreram em 2010, e, agora, pode ser vista pelo público no Brasil.

Ouvir o áudio 04:15

Três seleções africanas já chegaram ao Brasil e treinam para o Mundial

“O ‘Futebol Arte’, na verdade, começou em Berlim, na embaixada brasileira, onde eu fazia uma exposição individual. Estava se aproximando da Copa [da Alemanha, em 2006] e me perguntaram se eu queria fazer uma coletiva com os artistas plásticos que falassem de futebol. E aí fizemos para o futebol da África do Sul”, conta.

Na época do Mundial, em 2010, foram convidados 11 artistas para o projeto, com a ajuda do renomado crítico de arte Fred Scott, de Joanesburgo, capital sul-africana. “Agora nós fizemos uma retrospectiva da união de algumas obras da Alemanha e outras da África do Sul”, finaliza Granato.

Brasileiros na torcida pela Costa do Marfim

Interaktiver WM-Check 2014 Keyplayer Elfenbeinküste Drogba

Drogba, o craque da seleção da Costa do Marfim, tem milhares de fãs brasileiros

Os marfinenses estão na cidade de Águas de Lindoia, no estado de São Paulo, e já começaram a treinar no estádio Leonardo Barbieri. O público lotou as arquibancadas no primeiro treino aberto, que ocorreu neste domingo, e já espera os próximos.

Valdir Oliveira, coordenador da Comissão de Recepção da seleção da Nigéria da Comunidade Negra de Campinas, não pensou duas vezes e viajou até Águas de Lindoia para chegar perto da estrela do time da Costa do Marfim: o craque Drogba.

“Foi muito legal. Ele recebeu a gente, independente de proibição ou não. Não só ele, mas também os demais jogadores da Costa do Marfim. São pessoas muito tranquila e amigáveis”, fala.

Contagem Regressiva

Podem preparar as bandeiras, torcer e fazer as apostas de quem vai levar a taça para casa. A Copa do Mundo no Brasil começa quinta-feira, dia 12, e a abertura será em São Paulo, no estádio do Corinthians, em Itaquera.

Áudios e vídeos relacionados