1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Treinador alemão prepara moçambicanos para sonho olímpico

Mais de 30 atletas de diferentes especialidades de atletismo participam na formação com o treinador Peter Müller. Objetivo é elevar a qualidade técnica dos atletas para competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Nos próximos dois meses, atletas e treinadores moçambicanos de diversas especialidades do atletismo serão capacitados pelo treinador alemão Peter Müller, que está em Moçambique a convite da Federação Moçambicana de Atletismo e do Comité Olímpico Nacional.

A missão do treinador alemão em Moçambique é clara: elevar a qualidade técnica dos moçambicanos para competir nos próximos Jogos Olímpicos, que se vão realizar em Tóquio, no Japão, em 2020. Peter Müller diz, no entanto, que que o trabalho é mais de observação do que de formação.

"Trago conhecimentos em matéria de prática e de saúde dos atletas. Espero ajudar a elevar a qualidade dos atletas em termos técnicos, sobretudo a partir da base", explica.

Participam nesta capacitação treinadores e atletas de diversos clubes da cidade de Maputo. O treinador Azarias Samuel sabe o que o atletismo moçambicano quer. "O que nós precisamos mais é de uma formação com uma qualidade desejável", sublinha.

"Estes cursos com o Governo alemão não têm equivalência na IAAF [Federação Internacional de Atletismo], mas há muita coisa que a gente aprende", completa o moçambicano.

Mosambik deutscher Leichtathletik-Trainer Peter Müller

Müller: "Trabalho é mais de observação do que de formação dos atletas"

Aperfeiçoamento

Os atletas também saúdam as novas técnicas em diversas especialidades no atletismo. A iniciativa de ter um treinador estrangeiro em Moçambique "veio para melhorar a dinâmca do nosso desporto, em particular o atletismo", refere Filipe Chaimite.

O Comité Olímpico Nacional ressalta que a parceria com o Governo alemão é de dois meses e o presidente deste órgão, Penalva César, traçou como objetivo desta parceria a abordagem dos diferentes especialidades do atletismo.

Ouvir o áudio 02:35

Treinador alemão prepara moçambicanos para sonho olímpico

Há muito que Moçambique não é visto ao nível mundial no atletismo, desde o sucesso da ex-atleta Lurdes Mutola, campeã olímpica e do mundo, na primeira década de 2000.

O presidente da Federação Moçambicana de Atletismo, Francisco Manhenche, quer prolongar este vinculo com o Governo alemão para recolocar Moçambique no pódio dos melhores atletas mundiais.

"Vai criar condições de o treinador elaborar um relatório para podermos ganhar a próxima formação para levar os atletas aos próximos Jogos Olímpicos de Tóquio", afirma Manheche.

Participam nesta capacitação com Peter Müller mais de 30 desportistas da modalidade de atletismo em diferentes espcialidades.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados