1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Traficante de marfim “o Diabo” condenado a 12 anos de prisão

Conhecido como "the Devil" ou "o Diabo", o caçador tanzaniano foi condenado, sexta-feira (03.03), por dirigir uma rede de tráfico de marfim em cinco países africanos.

Boniface Matthew Maliango, de 47 anos, é um dos traficantes de marfim mais conhecidos da Tanzânia. Considerado o maior traficante de marfim do leste de África, "the Devil" ou "o Diabo", como é conhecido, foi detido em Dar es Salaam, em setembro de 2015, depois de um ano de buscas.

Segundo a Elephant Action League, que combate o crime contra a vida selvage, Boniface Matthew Maliango é responsável pela morte de milhares de elefantes, tendo dirigido uma rede de tráfico de marfim que operava na Tanzânia, Burundi, Zâmbia, Moçambique e no sul do Quénia. Foi condenado a 12 anos de prisão, sexta-feira (03.03), por um tribunal em Dodoma, no centro da Tanzânia.

O "Diabo" é também acusado de liderar uma rede de caça furtiva, que fornecia um cidadão chinês Yang Fenlan, de 66 anos. Este, conhecido como "Rainha do Marfim", está a ser julgado na Tanzânia por tráfico ilegal de 706 presas de elefante, entre 2000 e 2014.

De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, o número de elefantes africanos diminuiu cerca de 111 mil para perto 415 mil animais, na última década.

Todos os anos, cerca de 30 mil elefantes são abatidos, por causa do marfim. Com uma das maiores populações de elefantes, a Tanzânia é um dos países mais afetados. Um recenseamento recente mostrou uma queda de 60% na população de elefantes, no país, entre 2009 e 2014.