1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

PRS diz que “MPLA vai ser oposição"

A Lunda Sul foi o palco escolhido para o fim da campanha eleitoral do Partido de Renovação Social. "Pela primeira vez, em 42 anos, o MPLA vai ser oposição", disse o candidato Benedito Daniel, no último comício do PRS.

default

Benedito Daniel (ao centro): "Espero ganhar nestas eleições"

A campanha eleitoral do PRS começou na província do Huambo, a 8 de agosto. No planalto central, Benedito Daniel, um dos seis candidatos à Presidência da República começou a apresentar o seu programa de Governo centrado no federalismo - sistema político em que os estados conservam sua autonomia. Seguiram-se as regiões do norte e do leste de Angola.

Para o encerramento da sua campanha, o PRS realizou um ato político de massas no Campo do Santo António, na cidade do Saurimo, província da Lunda Sul. Benedito Daniel presidiu ao comício.

Durante o seu discurso, o político falou em mudanças: "Pela primeira vez, haverá eleições em Angola sem o Presidente Eduardo dos Santos, 38 anos no poder. Pela primeira vez, um partido polítco vai deixar de ser Governo e o MPLA [Movimento Popular de Libertação de Angola] vai ser oposição", afirmou.

Benedito Daniel disse ainda que o seu partido "sempre passou mensagem de paz e tranquilidade" e, "por isso, os militantes do nosso partido não entraram em conflito com militantes de outros partidos".

Angola Kuito PRS Wahlkampagne

Ato de massa do PRS, na cidade do Kuito, a 15 de agosto

Federalismo marcou campanha

O candidato do PRS fez passar a sua mensagem ligada ao federalismo durante a pré-campanha e campanha eleitoral. O último dia serviu também para fazer o balanço das atividades políticas desenvolvidas pelo seu partido.

Benedito Daniel acredita que vai eleger cinco deputados na Lunda Sul, a principal praça política do PRS. "Achamos que a nossa campanha foi bastante exitosa e, particularmente, aqui na Lunda Sul, os próprios resultados ditarão. Se não conseguirmos dar cinco a zero, qualquer coisa irá passar nas urnas".

Na próxima quarta-feira (23.08), Benedito Daniel espera eleger o maior número possível de legisladores nos círculos nacional e provinciais. "Espero ganhar nestas eleições. Se por acaso não ganhar, os eleitores reservam-me um dos lugares cimeiros (na Assembleia Nacional)", remata.

Homenagem a Eduardo Kuangana

Eduardo Kuangana, que liderou os renovadores sociais por mais de 20 anos, foi homenageado no domingo (20.08). Durante a celebração, Kuangana disse que muitos projetos do seu partido têm sido aproveitados por outras formações políticas que criticam o federalismo como modelo de governação.

Para Kuangana, "o que nós queríamos, conseguimos: manter o partido até aqui. Muitos compatriotas faltam-nos ao respeito, ofendem-nos, porque sabem que nós fazemos projetos que dão frutos."

Leia mais