Programa de estabilização económica apresentado em Luanda | Angola | DW | 03.01.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Programa de estabilização económica apresentado em Luanda

São hoje dadas a conhecer, na capital angolana, as linhas gerais do Programa de Estabilização Macroeconómica (PEM), que prevê a desvalorização da moeda nacional, o kwanza.

default

Desvalorização do kwanza poderá ter efeitos nos preços

A equipa económica do Governo angolano, coordenada pelo ministro de Estado para o Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, explica esta quarta-feria (03.01) à imprensa as ações previstas no Programa de Estabilização Macroeconómica (PEM), um instrumento de gestão que visa, em síntese, restaurar a estabilidade e a sustentabilidade da economia do país.

O PEM foi aprovado em conselho de ministros no passado dia 27 de dezembro e prevê, designadamente, uma desvalorização da moeda nacional, o kwanza, numa proporção ainda desconhecida.

Desde o primeiro trimestre de 2016 que a taxa de câmbio oficial definida pelo Banco Nacional de Angola (BNA) está fixa nos 166 kwanzas por cada dólar norte-americano e nos 186 kwanzas por cada euro.

Contudo, face à falta de divisas aos balcões dos bancos comerciais, o mercado de rua, que para muitos constitui a única alternativa para aceder a moeda estrangeira, desde as eleições gerais de agosto que antecipa uma desvalorização oficial da moeda angolana, transacionando atualmente cada dólar a 430 kwanzas e cada euro a 510 kwanzas.

Não é avançada a proporção da desvalorização da moeda angolana, mas alguns economistas têm defendido como inevitável um corte superior a 20%, o que poderá ter efeitos nos preços.

Leia mais