1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Presidente guineense nomeia novo Governo

O chefe de Estado guineense, José Mário Vaz, nomeou um novo executivo face à "urgência" de pôr um ponto final à crise política no país. O ex-primeiro-ministro Domingos Simões Pereira não está na lista de governantes.

default

Presidente guineense, José Mário Vaz

"Até que enfim já temos Governo", escreveu um internauta na página do Facebook da Rádio Jovem guineense, onde se anunciava a composição do novo executivo.

O Presidente da República da Guiné-Bissau nomeou na segunda-feira (12.10) à noite os novos ministros e secretários de Estado, exatamente dois meses depois de demitir o executivo liderado por Domingos Simões Pereira. O ex-primeiro-ministro não aparece na lista governamental.

Guinea-Bissau Carlos Correia

Novo primeiro-ministro guineense, Carlos Correia (81 anos)

"O prolongamento das discussões tendentes a uma melhoria substantiva da proposta do elenco governamental não é compatível com a necessidade e urgência na nomeação do novo executivo", justificou a Presidência guineense no decreto de nomeação do novo Governo.

O chefe de Estado nomeou 15 ministros e 14 secretários de Estado. As pastas da Administração Interna e Recursos Naturais serão assumidas pelo primeiro-ministro, Carlos Correia, pois não terá havido acordo sobre quem as devia ocupar.

No novo elenco governamental, Malam Sane foi nomeado como ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares. Já ocupou a mesma pasta nos anos 90, na altura em que Nino Vieira era Presidente e Carlos Correia também era primeiro-ministro. Artur Silva assume a pasta dos Negócios Estrangeiros. Adiatu Nandigna, que já foi conselheira política do Presidente José Mário Vaz, é a nova ministra da Defesa Nacional.

Espera-se que a tomada de posse do novo executivo guineense tenha lugar esta terça-feira.

O decreto presidencial nomeia os seguintes ministros para o Governo liderado por Carlos Correia:

- Malai Sane, ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares;
- Adiatu Nandigna, ministra da Defesa Nacional;
- Valentina Mendes, ministra da Mulher, Família e Coesão Social;
- Artur Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades;
- Geraldo Martins, ministro da Economia e Finanças;
- Vicente Fernandes, ministro do Comércio e Indústria;
- Agnelo Regala, ministro da Comunicação Social;
- Odete Semedo, ministra da Educação;
- João Aníbal Pereira, ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural;
- Cadi Seidi, ministra da Saúde Pública;
- José António Almeida, ministro das Obras Públicas, Construção e Urbanismo;
- Aida Fernandes, ministro da Justiça;
- Wasna Papai Danfa, ministro da Energia;
- Luís Vaz Fernandes, ministro da Função Pública e Trabalho;
- Malam Jaura, ministro do Turismo e Artesanato;

Foram nomeados como secretários de Estado:

- Conduto de Pina, secretário de Estado da Juventude, Cultura e Desportos;
- João Bernardo Vieira, secretário de Estado dos Transportes e Comunicações;
- Ildefonso de Barros, secretário de Estado das Pescas e Economia Marítima;
- Sana Nahada, secretário de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria;
- Seco Cassamá, secretário de Estado do Ambiente;
- Luís Manuel Cabral, secretário de Estado da Ordem Pública;
- Ester Fernandes, secretária de Estado da Administração do Poder Local;
- Suzi Barbosa, secretário de Estado da Cooperação Internacional e Comunidades;
- Degol Mendes, secretário de Estado do Plano e da Integração Regional;
- José Djo, secretário de Estado do Tesouro;
- Tomásia Manjuba, secretária de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais;
- Fernando Jorge Dias, secretário de Estado do Ensino Superior e Investigação Científica;
- Martilene Fernandes dos Santos, secretário de Estado da Gestão Hospitalar;
- Abu Camara, secretário de Estado do Ordenamento do Território.

Afrika Guinea Bissau Neue Regierung Gruppenbild

"Foto de grupo" do novo Governo

Leia mais