1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Praça com acesso à internet em Bissau atrai jovens de todo país

A primeira praça com acesso livre à internet da capital guineense entusiasma muitos jovens, que chegam a percorrer centenas de quilómetros para aproveitar este novo serviço. O acesso à web continua a ser um luxo no país.

Denise Silva, de 17 anos, chegou à nova praça às oito horas da manhã para conversar nas redes sociais com a irmã que vive em Portugal. Mas quando chegou ao Jardim Titina Silva com acesso livre à internet teve um constrangimento que a deixou muito aborrecida. "Eu já cá tinha vindo antes e tinha conseguido, mas agora não está a dar. Não sei porquê", lamentou a jovem.

Outro jovem que também se deparou com o mesmo problema foi Aldino Lopes, de 20 anos, e que percorre todos os dias centenas de quilómetros só para poder fazer pesquisas através da rede sem fios da nova praça localizada no coração de Bissau. "Neste momento, está muito lento, mas de vez em quando conseguimos fazer alguma coisa", conta.

Entusiasmo em Bissau

Há muito que os jovens guineenses reclamavam da falta de espaços de diversão na capital, Bissau. Agora, com a reabilitação do Jardim Titina Silla, o entusiasmo é grande. Foram construídos 11 bancos em cimento, colocados sete postos de iluminação solar e a estrada foi pavimentada.

Ouvir o áudio 02:21

Praça com acesso à internet em Bissau atrai jovens de todo país

Mas o que atrai mais a camada jovem é o acesso sem fios à web. "Estou muito contente porque já não tenho de pagar para ter acesso à internet. Esta rede é uma grande ajuda", confessou um jovem.

O jardim está situado na zona académica de Bissau, por onde passam mais de 20 mil alunos por dia. O professor de Psicologia Felisberto Gomes diz que a instalação da internet naquele jardim é um complemento importante para estudantes e professores aumentarem os seus conhecimentos. "Podem aproveitar os tempos livres para fazerem investigações", exemplifica o docente.

Os visitantes também aproveitam para tirar fotografias junto ao monumento de Titina Silva, heroína da luta pela independência do país. Os 42 anos da sua morte foram assinalados a 30 de janeiro passado.

Manutenção "condigna"

Midana Djata, o engenheiro que concebeu o novo visual para o jardim, está muito preocupado com uma eventual falta de manutenção do local por parte das autoridades camarárias. "Fiquei orgulhoso e agora tenho a esperança de que seja cuidado de forma condigna", diz.

A obra foi feita com dinheiro mobilizado pela Câmara Municipal de Bissau e os postos de iluminação solar foram financiados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Depois da Praça Titina Silá, a edilidade vai avançar para recuperação de um outro local público, o jardim situado junto à sede do Instituto de Meteorologia, seguindo-se a Praça Mártires de Pindjiguiti, junto à Rádio Nacional.

Guinea-Bissau, WLAN Platz

A praça com acesso livre à internet foi uma das promessas eleitorais do primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados