1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

População rural de Moçambique com fraco acesso aos serviços financeiros

Apenas pouco mais de 4% da população rural moçambicana tem acesso aos serviços financeiros formais. A Cooperação Alemã para o Desenvolvimento (GIZ) quer ajudar o país a inverter este quadro.

A Cooperação Alemã está preocupada com o fraco acesso aos serviços financeiros nas áreas rurais em Moçambique. Para mudar o atual cenário, a instituição quer aumentar a inclusão financeira em áreas rurais do país.

Para o efeito já foram estabelecidas parcerias com o Banco Central, com bancos comerciais e de microfinanças para aumentar a inclusão financeira.

GIZ Logo

GIZ está preocupada com o fraco acesso aos serviços financeiros nas áreas rurais em Moçambique

Nos últimos anos, o número de bancos cresceu em Moçambique, mas segundo Michael Troester, da GIZ, “a maioria dos moçambicanos permanece excluída do sector financeiro formal”.

Há várias razões para que a população rural não tenha acesso aos serviços financeiros, nomeadamente a falta de informação, os altos custos financeiros e questões legais.

“Em muitos casos a grande distância física, as instituições financeiras e os altos custos relacionados com a criação de uma rede densa de postos de venda ou de agências bancárias está a dificultar o acesso aos serviços financeiros tanto para os cidadãos como para as empresas”, sublinha Michael Troester.

Programa de educação financeira

Estão criadas todas as condições para que os moçambicanos tenham acesso a estes serviços, afirma Michael Troester. “Em abril de 2013, o Conselho de Ministros aprovou a estratégia para o desenvolvimento do setor financeiro com o objetivo de fortalecer, ampliar e aprofundar o mesmo", explica.

Mosambik Landwirtschaft

A maioria dos moçambicanos continua excluída do sector financeiro formal

Além disso, acrescenta, "o Banco de Moçambique desenvolveu uma estratégia nacional de inclusão financeira para complementar a estratégia do Governo e na semana passada (22.10) lançou um programa de educação financeira”.

A experiência brasileira de acesso aos financiamentos tem-se mostrado bem sucedida. O Banco Central brasileiro já tem uma estratégia de inclusão financeira, lembra Sérgio Gomes, diretor de Fiscalização daquele banco.

Em África novas abordagens permitem à banca chegar mais facilmente às zonas rurais. Em Moçambique serviços de dinheiro móvel como o MCASH são produtos financeiros móveis que a pouco e pouco estão a ganhar terreno.

Ouvir o áudio 02:30

População rural de Moçambique com fraco acesso aos serviços financeiros

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados