1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Polícia apreende três toneladas de pedras preciosas em Nampula

Segundo as autoridades, as pedras apreendidas são produto da extração ilegal de minério na província do norte de Moçambique.

default

Polícia faz campanha para combater os garimpos ilegais em Moçambique. Foto ilustrativa: garimpo em Nampula

Três toneladas de pedras preciosas extraídas de garimpos ilegais na província de Nampula, norte de Moçambique, foram apreendidas pelas autoridades. A informação foi divulgada esta terça-feira (28.03) pelo Comando-Geral da polícia moçambicana, que não divulgou o tipo de pedras preciosas nem o número de pessoas eventualmente detidas na apreensão.

O porta-voz da polícia, Inácio Dina, afirmou que as pedras foram apreendidas na posse de garimpeiros, no âmbito de uma campanha que as autoridades e do país estão a realizar contra a extração ilegal de minérios.

"Nos locais onde há prática de mineração, com grande dosagem de mineração ilegal, por parte de indivíduos não licenciados, dia após dia, temos vindo a trabalhar no sentido de desencorajar este tipo de prática, efetuando detenções e a apreensão do produto da extração ilegal", declarou Dina, em conferência de imprensa.

Além de Nampula, o porta-voz da polícia apontou as províncias Cabo Delgado (norte), e Zambézia e Manica (centro) como as que registam maior índice de extração ilegal de minérios.

O garimpo em Moçambique, praticado por nacionais e expatriados, geralmente que se encontram em situação ilegal no país, visa o ouro, rubis e esmeraldas.

Leia mais