1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

PALOP à procura de turistas na Alemanha

Terminou neste domingo (08.03) a Feira Internacional de Turismo de Berlim. Cabo Verde e Moçambique tentam recuperar as quedas do último ano, Angola quer expandir e São Tomé e Príncipe tem nova estratégia para o setor.

default

Stand de Moçambique na ITB 2015

No stand de Cabo Verde na Feira Internacional de Turismo de Berlim (ITB), os expositores trabalharam duro para consolidar a imagem positiva do país. O turismo representa mais de 20 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do arquipélago, que viu, em 2014, o número de visitantes diminuir em 2,3 por cento.

Nuno Martins, administrador-executivo da Cabo Verde Investimentos, tem uma explicação: "Toda a problemática do ébola afetou, e de que maneira, toda aquela região africana. Inclusive países que estão milhares de milhas afastados de onde o ébola teve maior impacto foram afetados".

Deutschland Berlin ITB Kap Verde

Nuno Martins, administrador-executivo da Cabo Verde Investimentos

Ainda em 2014, uma das principais atrações da ilha do Fogo foi também responsável pela quebra no turismo local. A erupção do vulcão, adormecido há quase duas décadas, provocou destruições, desalojou centenas de famílias e tirou o roteiro dos planos de muitos viajantes.

"Quem tem conhecimento não total da informação, como é óbvio, não visita a ilha. As empresas que vendem o pacote tiveram uma quebra em termos de procura porque a ilha estava numa situação de contingência", afirma o administrador-executivo da Cabo Verde Investimentos.

Agora, Cabo Verde intensifica esforços para que 2015 seja um ano melhor para o setor.

Angola

A vocação angolana continua a ser o turismo de negócios, segundo a diretora-técnica do Instituto de Fomento Turístico (INFOTUR), Laureth da Silva. Luanda seria o destino de 60 por cento dos visitantes.

Deutschland Berlin ITB Angola

Laureth da Silva, diretora-técnica do Instituto de Fomento Turístico (INFOTUR) de Angola

Daí que o Executivo tenha investido em infraestruturas na capital e no entorno. Exemplos seriam "o calçadão na Baía de Luanda, os lodges em Cabo Ledo, Ilha do Mussulo e pequenas infraestruturas hoteleiras nestes locais".

Com a participação na ITB e em outros eventos turísticos a nível mundial, pretende-se expandir a vocação angolana.

Moçambique precisa melhorar a imagem

Moçambique recebeu 100 mil turistas a menos em 2014, em comparação com o ano anterior. O diretor-geral do Instituto Nacional do Turismo de Moçambique (INOTUR), Hiuane Abacar, reconhece que a instabilidade política teve impactos no setor.

"Não há dúvidas que a questão de instabilidade em Muxúnguè, que é localizada, prejudicou os números no seu todo. Acreditamos que, se não tivéssemos tido aquela situação, os números seriam mais elevados", admite.

Deutschland Berlin ITB Sao Tome und Principe

Stand de São Tomé e Príncipe na ITB 2015

Abacar está confiante quanto a 2015 e a presença do país na ITB, tem objetivos estratégicos.

"Levar o máximo possível de turistas alemães a Moçambique; divulgar o máximo possível a imagem positiva e prestigiosa de Moçambique; dizer à Alemanha, à Europa e ao mundo, aqui na ITB, que Moçambique ainda mantém oportunidades de investimento", enumera Hiuane Abacar.

São Tomé e Príncipe destaca investimentos de nacionais

Apesar de ocupar um espaço pequeno na ITB, São Tomé e Príncipe comemora os resultados no setor turístico. Foram seis mil visitantes a mais em 2014, em comparação com o ano anterior.

Além dos tradicionais roteiros de sol e mar, a diretora-geral de Turismo e Hotelaria do país, Mírian Daio, revela que seu país aposta agora numa nova estratégia.

Ouvir o áudio 04:21

PALOP à procura de turistas na Alemanha

"Há um enfoque em pequenos investimentos, até mesmo de nacionais, em unidades hoteleiras de pequena dimensão, mas com traços muito mais nacionais e virados para o ecoturismo, com destaque para a biodiversidade e a preservação", diz Mírian Daio.

Segundo ela, as atrações em destaque seriam "a observação de pássaros, tartarugas e golfinhos, que têm sido bem aceites".

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados