1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Novo projeto agrícola é tratado com secretismo pelo Governo, denunciam ONGs

Em Moçambique, mais um suposto projeto agrícola está a causar polémica. Trata-se do Projeto de Desenvolvimento do Vale do Rio Lúrio e deverá desalojar mais de 100 mil famílias que até ao momento não foram consultadas.

default

Plantação de arroz em Mopeia, província da Zambézia

A denúncia é feita pela ADECRU, Ação Académica para o Desenvolvimento das Comunidades Rurais, e a GRAIN, uma ONG internacional que luta por uma agricultura sustentável e em defesa das comunidades. Segundo as duas organizações, o projeto foi apresentado secretamente ao Governo moçambicano em janeiro de 2014 e já está no Conselho de Ministros aguardando aprovação.

Este projeto, pretende ocupar mais de 240 mil hectares para produção de monoculturas destinadas à exportação como algodão, milho e cana-de-açúcar, bem como à exploração pecuária, de acordo com a ADECRU e a GRAIN.

Por outro lado, o projeto prevê a construção de duas barragens no rio Lúrio para produção de energia elétrica e um sistema de irrigação.

Sobre o assunto a DW entrevistou o coordenador da ADECRU, Clemente Ntauazi.

DW África: A ADECRU e a Grain já fizeram algum estudo que comprove que o projeto vai trazer impactos negativos para a população e o meio ambiente?

Clemente Ntauazi (CN): A ADECRU e a Grain estão neste momento a fazer um estudo, que vai ser publicado em breve sobre este projeto do vale do rio Lúrio. O documento incial que publicamos faz parte de um conjunto de atividades que vínhamos a efetuar.

DW África: Dizem que este é um projeto que foi apresentado de forma secreta ao Governo. Como tiveram acesso a essa informação e que garantias têm de que isso, realmente, vai ser levado a cabo?

Mosambik Landwirtschaft

Camponês numa plantação de milho em Catandica, província de Manica

CN: Como está claro no comunicado que divulgamos, dissemos que iriamos proteger as fontes, da mesma forma reafirmo que não iremos dizer como tivemos acesso à informação. Mas o certo é que o projeto primeiramente entrou no ministério da Agricultura e Segurança Alimentar e depois nós tivemos acesso e, de facto, agora já está no Conselho de Ministros para ser aprovado.

DW África: Para quando está prevista a discussão e aprovação deste projeto?

CN: Por enquanto não temos informação, mas o certo é que está no Conselho de Ministros e nós estamos a fazer de tudo para acompanhar a par e passo o andar deste projeto.

DW África: A ser implementado o projeto agrícola sem consulta pública estar-se-ia perante uma violação de procedimentos legais?

CN: Claramente, porque antes de qualquer projeto ser implementado, está claro que é preciso que tenham lugar consultas públicas e ao nosso ver esse projeto não teve, pelo menos pelo que constatamos no terreno. E na pesquisa que estamos a realizar, constatamos que, de facto, não houve consultas públicas. É que, o projeto poderá ser aprovado e implementado sem serem realizadas essas consultas públicas.

Na província de Gaza os chineses apostam na cultura do arroz

Na província de Gaza os chineses apostam na cultura do arroz

DW África: E como avaliam esta corrida à terra que está a acontecer em Moçambique?

CN: Percebemos que o mundo está em crise de alimentos e que por causa disso os países, as empresas, procuram os países onde possam encontrar terras férteis para produzirem e responderem assim às demanadas internas das suas respetivas populações. E em consequência disso vemos que os camponeses, que são os donos da terra, que dependem da terra para produzirem para a sua subsistência, e para a comercialização até certo ponto, as terras lhes estão a ser arrancadas. E isso é mau. Se nós queremos combater a pobreza, como o Governo diz, com o discurso de querermos combater a pobreza, fica extremamente difícil. Enquanto por um lado aceitamos a entrada de projetos, por outro retiram o bem primário de produção de riqueza, de produção e meio de sobrevivência das comunidades rurais dos camponeses.

Ouvir o áudio 02:54

Novo projeto agrícola é tratado com secretismo pelo Governo, denunciam ONGs

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados