1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Nampula aguarda com grande expetativa posse do novo edil

Em fevereiro, na autarquia de Nampula, será empossado o novo presidente, Mahamudo Amurane, do Movimento Democrático de Moçambique (MDM). A população espera com muita ansiedade o cumprimento das promessas eleitorais.

default

Mahamudo Amurane, edil eleito de Nampula

O presidente eleito para o município de Nampula, a maior cidade do norte de Moçambique e a terceira maior do país, Mahamudo Amurane, tem vindo a prometer que, depois da tomada de posse, poderá mudar o rosto da cidade em 100 dias.

Os munícipes estão ansiosos para ver essas mudanças, uma vez que, desde que foram anunciados os resultados das autárquicas pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), a autraquia se encontra num processo de transição do poder da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) para o Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

Neste processo de passagem de pasta, o poder autárquico anterior pôs de lado o cumprimento das suas tarefas na cidade. Por exemplo, a recolha do lixo já não é feita há semanas e em quase todas as ruas, sobretudo nos bairros periféricos, impera a imundice.

Esta situação de ausência de saneamento básico está a provocar muita preocupação junto aos habitantes que temem o surgimento de varias doenças e epidemias como a malária e diarréias.

Tomada de posse do novo edil deverá ocorrer em fevereiro

Kommunalwahl Nampula Mosambik

Uma assembleia de voto em Nampula

A tomada de posse do novo elenco só será em fevereiro próximo e a população não vê com bons olhos essa demora. Assim sendo, os habitantes da cidade de forma unânime solicitaram a deliberação urgente sobre os resultados pelo órgão competente para que o MDM e o seu recém-eleito presidente comecem a implementar o programa que consta do seu manifesto eleitoral.

Mahamudo Amurane, presidente eleito no município de Nampula, em declarações à Rádio Encontro, parceira da DW-África, afirmou que, em 100 dias, poderá "deixar a cidade sem lixo e limpa, uma vez que, mesmo não exercendo plenamente os poderes que tenho direito já temos o mapeamento para a recolha e depósito do lixo."

Amurane está otimista quanto ao seu plano. Ele assegura que "a cidade de Nampula será em breve um local onde as pessoas terão prazer de viver e até ficar para sempre."

Na sequência dessas declarações, os munícipes da cidade de Nampula ficaram ansiosos à espera do anúncio da data para a tomada de posse de Mahamudo Amurane, visto aguardarem com muita expetativa as futuras realizações prometidas pelo novo edil e o seu partido, o MDM, durante a campanha para as eleições.

A população que elegeu Amurane pede que o conselho Constitucional venha a público esclarecer as razões da demora na validação dos resultados.

"Esperamos que Nampula permaneça limpa para sempre"

Kommunalwahl Mosambik Stimmzettel

O Boletim de Voto nas autárquicas de 2013 em Moçambique

Hermenegildo Manuel, representante da organização não governamental Diálogo, que visa a promoção da cidadania, disse que a população aguarda com muita ansiedade a implementação das tarefas que constam do Manifesto Eleitoral de Mahamudo Amurane, porque os populares contam "que o novo edil governe de forma mais dinamica esta cidade e resolva com rapidez os problemas que afligem os munícipes."

Por seu lado, o munícipe Daudo da Costa disse esperar que o período dos 100 dias prometidos para as mudanças na cidade de Nampula, não sejam somente uma forma do edil ganhar popularidade mas sim para a realização de um trabalho sério ao longo de todo o seu mandato. "Se diz que vai limpar a cidade em 100 dias é bom, mas queremos que a cidade permaneça limpa para sempre."

Horácio Abdalá, também residente em Nampula, é da opinião que a demora na validação dos resultados tem a ver com algumas situações internas de funcionamento do próprio Conselho Constitucional. Uma situação que concorreu nas últimas semanas para que a cidade fosse práticamente esquecida pelo edil cessante Castro Namuaca, da FRELIMO.

Com o triunfo pela primeira vez de um partido da oposição em Nampula, o MDM protagonizou a situação inédita de ganhar as eleições municipais em três das quatro principais cidades moçambicanas. Além de Nampula, o partido ganhou nos municípios da Beira e de Quelimane.

Ouvir o áudio 03:26

Nampula aguarda com grande expetativa posse do novo edil

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados