1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cabo Verde

"Não vai haver descanso" até às eleições de 2016, diz nova líder do PAICV

Janira Hopffer Almada, de 36 anos, foi confirmada este fim-de-semana como a nova presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde. O líder cessante José Maria Neves pediu coesão na hora da despedida.

default

Nova presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada

Foi um congresso da consagração da nova presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), no poder desde 2001. Este fim-de-semana, Janira Hopffer Almada apelou aos militantes para reforçarem o trabalho nas estruturas para que o partido possa vencer as eleições gerais de 2016.

"As tarefas que temos pela frente não são poucas nem menores. A primeira delas tem a ver com a organização e o reforço do funcionamento das estruturas partidárias, para que estejam qualificadas e à altura das exigências que nos interpelam, visando enfrentar e ganhar os embates eleitorais de 2016", disse a nova líder do PAICV durante o 14º congresso do partido. "Não vai haver descanso, camaradas. Porque em primeiro lugar o sucesso só é alcançado com trabalho."

Porträt José Maria Neves

José Maria Neves esteve na liderança do PAICV desde 2000

Despedida de José Maria Neves

Este foi também um congresso da renovação. A segunda geração do partido passou o testemunho à geração de Janira Hopffer Almada, que tem 36 anos. Na hora da despedida, o presidente cessante do PAICV, José Maria Neves, apelou à coesão interna e pediu para que se respeite a oposição.

"Em democracia, nunca devemos desvalorizar a oposição. É fundamental para a democracia que haja oposição e só há boa governação com uma boa oposição", disse o primeiro-ministro cabo-verdiano. "Acho que o PAICV e os partidos da oposição devem, juntos, comemorar a boa governação de Cabo Verde."

Vitória clara de Janira Hopffer Almada

O congresso deste fim-de-semana patenteou uma certa divisão no PAICV, com a apresentação de três listas para os órgãos do partido. Mas a lista da nova presidente obteve uma vitória clara, com 63,34 por cento dos votos para o Conselho Nacional e 62,42 por cento para a Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização.

Para o Conselho Nacional, Janira Hopffer Almada conseguiu 32 dos 50 membros eleitos, o líder parlamentar, Felisberto Vieira, 14 e a ministra-adjunta e da Saúde, Cristina Fontes Lima, quatro membros.

Visitas internacionais

Ouvir o áudio 03:15

"Não vai haver descanso" até às eleições de 2016, diz nova líder do PAICV

No congresso do PAICV participaram vários partidos políticos estrangeiros, com destaque para o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

"É de inteira justiça sublinhar que o prestígio, respeito e confiança que são reconhecidos a Cabo Verde pela comunidade internacional, e as três consecutivas maiorias absolutas atribuídas pelo povo cabo-verdiano, só podem ser resultado do trabalho e liderança de um partido, forte, responsável, coeso, patriota, que tem fé, que tem amor ao seu povo e assume uma firme vocação para as vitórias", afirmou o líder parlamentar do MPLA, Virgílio Fontes Pereira, que representou o partido no congresso do PAICV.

O secretário-geral do Partido Socialista (PS) português, António Costa, defendeu durante o congresso a implementação do "pilar da cidadania" na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). "Esta dimensão da liberdade de residência, do reconhecimento das qualificações, da portabilidade dos direitos sociais, do exercício dos direitos políticos, não só nos Estados de nacionalidade mas também nos Estados de residência, é importante para reforçar esta nova dimensão de cidadania", disse.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados