1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mutilação Genital Feminina

A mutilação genital feminina (MGF), também conhecida por circuncisão feminina, é a remoção ritualista de parte ou de todos os órgãos sexuais externos femininos.

A mutilação genital feminina é geralmente executada por uma circuncisadora tradicional com a utilização de uma lâmina de corte, com ou sem anestesia. A MGF é feita de diversas formas: em algumas corta-se o clitóris, noutras os grandes e os pequenos lábios. Uma vez concretizada, é irreversível. A mutilação genital feminina causa frequentemente lesões físicas e psíquicas permanentes e é mantida em cerca de 30 países africanos, entre os quais a lusófona Guiné-Bissau, onde se estima que quase metade das mulheres sejam afetadas pela prática. Além do sofrimento durante o corte, o processo de cicatrização é acompanhado com frequência por infeções, devido ao uso de utensílios contaminados, e dores ao urinar e defecar. A incontinência urinária e infertilidade são outras das sequelas. O risco de se contrair o vírus do VIH/SIDA também aumenta com este tipo de práticas, devido à utilização de utensílios potencialmente infetados.

Ver mais