1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Mugabe tem festa de aniversário milionária enquanto o povo vive na pobreza

Festejos de aniversário do Presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, terão custado ao Governo pelo menos 2 milhões de dólares. Enquanto isso, zimbabueanos vivem desemprego e ameaça de fome devido à seca.

default

O Presidente Robert Mugabe e a primeira-dama Grace Mugabe durante as comemorações deste sábado

Usando óculos escuros e um fato multicolorido com imagens de si mesmo em dias mais jovens, o Presidente zimbabueano Robert Mugabe comemorou neste sábado (25.02) seu aniversário de 93 anos com amigos, familiares e milhares de apoiantes do seu partido ZANU-PF no Zimbabué.

Os festejos, que ocorreram em Matabeleland, no oeste do país, terão custado aos cofres do Governo pelo menos 2 milhões de dólares (1,9 milhões de euros). Os gastos com a festa foram criticados por muitos que consideram que o dinheiro deveria ser gasto para resolver problemas do país.

No poder por 37 anos, Mugabe disse à multidão que não tem a intenção de desistir. "Pessoas que estão ocupadas formando seus próprios grupos, dizendo que Mugabe deve partir. Eu me pergunto: aonde devo ir?", disse Mugabe num discurso que foi transmitido na rádio e televisão estatais. O estadista falou por mais de uma hora, acrescentando que não escolheria um sucessor, pois este era o papel do partido. 

Mugabe, ex-líder rebelde, assumiu o poder após a independência do país, em 1980. O Presidente passou sentado a maior parte do evento deste sábado, enquanto oradores elogiavam a sua liderança e representantes dos Governos do Botswana, da Namíbia, de Angola e da Zâmbia ajoelhavam-se para felicitá-lo .

Por um momento, Mugabe levantou o punho, mas na maior parte do tempo permeneceu descansando com a cabeça apoiada numa mão enquanto sua esposa ajustava seus óculos.

Hora de festejar?

A festa de aniversário milionária de Mugabe realiza-se num período em que o povo e o Governo do Zimbabué enfrentam uma série de dificuldades. Médicos estão em greve devido à deterioração das condições de trabalho, falta de pessoal e de medicamentos. A economia do país passa por turbulência, enquanto muitos jovens não conseguem um emprego estável.

O país também enfrenta uma seca severa, o que siginifica que os agricultores mal conseguem cultivar alimentos básicos ou até mesmo alimentar suas próprias famílias. Por causa da ameaça de fome, cerca de 5 milhões de zimbabueanos dependem de ajuda internacional.

Raphael Chirwa graduou-se em Tecnologias da Impressão em 2003 e agora tenta sustentar sua família vendendo lenha. Ele questiona como o Governo pode ter recursos para celebrar o aniversário de Mugabe, mas não para apoiar o seu próprio povo.

"Nós raramente temos uma refeição decente. Estou lutando para enviar os meus dois primeiros (filhos) para a escola. E Mugabe decide comemorar?", disse Chirwa, pai de três crianças.

Um sentimento anti-governo tem crescido nas redes sociais. A ativista Promise Mkwananzi disse, no Facebook, que a festa de aniversário de Mugabe é "a coisa mais irresponsável, estúpida e frívola que já vi".

Apoio permanece

Mas o Presidente zimbabuenano ainda detém apoio significativo dos eleitores, especialmente nas áreas rurais. Um dos organizadores do evento, Kudzai Chipanga, comparou Mugabe a um herói.

"Consideramos nosso Presidente Mugabe como nosso salvador local, nosso libertador", disse Chipanga.

Entretanto, questões relativas à saúde de Mugabe persistem. Ele já foi visto muitas vezes dormindo durante reuniões e, recentemente, atrapalhou-se durante uma entrevista  antes do seu aniversário esta semana.

A primeira-dama Grace Mugabe é considerada uma forte candidata para suceder seu marido como Presidente, caso ele não possa mais continuar no cargo. Ela recentemente foi notícia ao afirmar que, mesmo "como cadáver", Robert Mugabe será candidato na eleição presidencial de 2018.

 

Leia mais