1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique preparado para as autárquicas, mesmo na Gorongosa

Moçambique segue na sua campanha eleitoral rumo às quartas municipais (20.11), com condições reunidas para o sufrágio, garante o STAE. Diretor-geral afirma que nada aponta para o cancelamento das eleições na Gorongosa.

De acordo com diretor-geral do STAE (Secretariado Técnico de Administração Eleitoral), estão criadas condições municipais e nacionais para o bom desenrolar do sufrágio a ter lugar na próxima quarta-feira (20.11). "Temos todos os materiais produzidos e colocados ao nível das capitais provinciais, que já iniciaram o processo de distribuição para as sedes distritais", garante Felisberto Naife.

Segundo dados do STAE, 97 observadores internacionais e 42 nacionais foram acreditados em Maputo para as eleições municipais do próximo dia 20.

MDM-Kampagne für die Kommunalwahlen in der Stadt Nampula

Uma arruada da campanha do MDM em Nampula reúne vários militantes

"Quanto aos observadores internacionais, são, na sua maioria, cerca de 60, da União Europeia. Outros observadores são da embaixada dos Estados Unidos da América, da Suazilândia e da Nigéria", indica. "Por enquanto, ainda não recebemos nenhum da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral", acrescentou.

No entanto, este número de observadores estrangeiros e nacionais poderá aumentar, já que o processo de admissão de inscrições continua aberto nos próximos dias, mesmo depois destas eleições.

Gorongosa preparada

Também na Gorongosa, a ida às urnas deverá acontecer, sem problemas, defende Felisberto Naife. Questionado sobre a possibilidade das eleições serem canceladas neste município, depois dos incidentes das últimas semanas entre militares moçambicanos e homens armados da Resistência Nacional Moçambicana, o diretor-geral do STAE sublinha que tudo indica que as eleições vão acontecer.

Ouvir o áudio 03:54

Moçambique preparado para as autárquicas, mesmo na Gorongosa

"Está a decorrer a formação na Gorongosa dos membros das mesas de assembleia de voto, está a decorrer a campanha eleitoral, portanto estão também reunidas condições na Gorongosa para a realização das eleições", conclui.

Para a cobertura do escrutínio, estão acreditados 422 jornalistas, maioritariamente moçambicanos. Segundo Felisberto Naife, 25 mil candidatos a agentes das mesas de votação estão a ser formados, dos quais 21.160 serão selecionados para trabalharem em 4.292 mesas que vão funcionar no dia das eleições nos 53 municípios.

Wählerregistrierung in Maputo

Quase 85% da população com poder de voto está recenseada para as eleições autárquicas

População participativa

De acordo com o diretor-geral da STAE, a população está recetiva e participa ativamente na campanha eleitoral, esperando-se, portanto, uma adesão em massa às mesas de voto.

"A campanha está a decorrer com alguns incidentes que têm sido reportados, mas de uma maneira geral o processo está a ser pacífico relativamente ao que aconteceu nos anos anteriores", explicou.

Na corrida às quartas municipais de Moçambique estão 14 partidos e cinco organizações da sociedade civil.

O principal partido da oposição, a Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), não vai participar nestas eleições, em protesto contra a não inclusão do princípio da paridade na composição dos órgãos eleitorais.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados