1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Lisboa e Bissau voltam a estar ligadas por via aérea

Praticamente um ano após a suspensão do único voo direto entre Bissau e uma capital europeia, que era assegurado pela transportadora portuguesa TAP, Portugal e Guiné-Bissau retomaram as ligações aéreas.

default

Aeroporto da Portela

Depois de aproximadamente quatro horas, chegou à capital guineense, no início da tarde desta sexta-feira (14.11), o voo inaugural da companhia aérea EuroAtlantic Airways. A partir desta data, realizam-se ligações semanais Lisboa/Bissau/Lisboa, que resultam do acordo estabelecido entre o Governo do primeiro-ministro Simões Pereira e a operadora privada portuguesa pertencente ao Grupo Pestana.

Com estes voos diretos, as autoridades da Guiné-Bissau resolvem a longa dependência em relação à transportadora de bandeira portuguesa (TAP), que em dezembro de 2013 suspendeu a ligação aérea com aquele país africano por razões de segurança, depois do incidente com os cidadãos sírios ilegais.

Kenya Airways Boeing 737-800, vermisstes Flugzeug

Boeing 737-800 é o aparelho utilizado no voo Lisboa/Bissau (na foto aparelho da companhia aérea queniana)

Passava pouco das nove da manhã quando descolou do aeroporto da Portela o Boeing 737-800 da EuroAtlantic Airways. O aparelho, que faz o voo inaugural (YU351), levou a bordo cerca de 80 passageiros, destacando-se guineenses e portugueses há muito ansiosos pela retoma das ligações aéreas entre Lisboa e Bissau.

Alegria dos passageiros com destino a Bissau

A maioria chegou cedo. Duas horas antes do embarque, no "check in" efectuado em quatro balcões, era evidente a satisfação dos passageiros, um dos quais o jurista Silvestre Alves, que esteve em Portugal vários meses em tratamento, na sequência de agressões por parte de militares durante o período de transição:

"Os parabéns às autoridades que providenciaram rapidamente este voo alternativo. Naturalmente que a ligação indireta, com todos os transtornos da escala, é mais complicada e não facilita as pessoas, sobretudo os doentes e os mais idosos, que têm de se deslocar de um lado para outro".

Atmosphäre in Guiné Bissau

Uma movimentada artéria da cidade de Bissau

Chegar a Bissau durante o dia é mais cómodo, afirma o jurista que regressa mais sereno, depois das eleições gerais no seu país. No mesmo avião também viajou Yasmin Djô, convidada em nome da Miss Guiné-Bissau/Portugal 2014, que vai representar o país no concurso Miss West Africa a ter lugar em dezembro próximo, na Nigéria. Há um ano que ela não ia ao país natal.

"Com a paragem dos voos diretos da TAP, tornou-se um pouco complicado viajar regularmente para Bissau. Agora tenho a certeza que muitos irão voltar para Bissau graças a esta companhia".

"Era complicado viajar regularmente para Bissau"


As reservas para dezembro/janeiro estão quase esgotadas, assegurou o diretor da companhia, Eduardo Nascimento, para quem o mercado irá determinar o aumento ou não dos voos. Esta operação resulta do acordo assinado no final de outubro entre o Governo de Bissau e a EuroAtlantic.

Flaggen von Portugal Und Guinea-Bissau

Bandeiras de Portugal e da Guiné-Bissau

O contrato com a empresa privada portuguesa visa colmatar as lacunas de ligação aérea entre as capitais dos dois países, disse à DW África João Bernardo Vieira, secretário de Estado guineense dos Transportes e Comunicações, que conduziu as negociações.

"Se entender que é uma alternativa à TAP assim seja, mas o importante é defender o interesse do cidadão guineense onde quer que esteja, o interesse da Guiné-Bissau. Entendemos que o EuroAtlantic está à altura de o fazer".

Um ano de diferendo diplomático

O voo realiza-se depois de a TAP ter cancelado o reatamento das ligações para Bissau, previstas para o dia 28 de outubro, após cerca de um ano de diferendo diplomático causado pelo episódio de 72 cidadãos sírios ilegais forçados a viajar num avião da companhia de Bissau para Lisboa.

Preventivamente, o Executivo guineense projeta, no seu programa de ação, criar uma companhia aérea nacional para suprir eventuais lacunas futuras neste domínio. O projeto terá como parceiro a própria EuroAtlantic, segundo deu conta o administrador Tomaz Metello.

Ouvir o áudio 03:44

Lisboa e Bissau voltam a estar ligadas por via aérea

"O acordo bilateral permite a duas companhias terem voos para a Guiné-Bissau e este é o arranque e o princípio dessa própria companhia. Somos unicamente operadores e vamos ser parceiros na próxima companhia aérea da Guiné-Bissau".

Contra eventuais anomalias e incidentes, o aparelho que faz o voo Lisboa/Bissau/Lisboa leva sempre a bordo agentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteira (SEF). As autoridades guineenses, por sua vez, reafirmaram na capital portuguesa que estão asseguradas no aeroporto de Bissau as condições de segurança necessárias para a realização de qualquer voo.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados