1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Libéria escolhe sucessor da primeira Presidente africana

Mais de dois milhões de liberianos vão esta terça-feira (10.10) às urnas para eleger um novo Presidente. A votação é um ponto de viragem na história do país. A atual Presidente, Ellen Johnson Sirleaf, não se recandidata.

Ellen Johnson Sirleaf foi distinguida com o Prémio Nobel da Paz em 2011

Ellen Johnson Sirleaf foi distinguida com o Prémio Nobel da Paz em 2011

Estas são as terceiras eleições desde o final da guerra civil em 2003 e as primeiras sem a Ellen Johnson Sirleaf, a primeira mulher eleita democraticamente Presidente em África e que esteve 12 anos no poder.

A Presidente, que em 2011 foi escolhida como Prémio Nobel da Paz, diz que não quer que a Constituição seja alterada, só para que ela se perpetue no poder. Na véspera das eleições, Ellen Johnson Sirleaf lembrou aos eleitores que o futuro do país está nas mãos deles. "Votem nas pessoas que acreditam tornarão a Libéria um lugar melhor", apelou.

Lista de 20 candidatos

De acordo com a comissão nacional eleitoral, 20 candidatos disputam a presidência. Entre eles está o vice-presidente Joseph Boakai, de 72 anos, que concorre sem o apoio da Presidente. "O nosso partido está unido. O não envolvimento da Presidente não representa desunião", justificou o candidato.

Ouvir o áudio 03:46

Libéria escolhe sucessor da primeira Presidente africana

Joseph Boakai faz um balanço positivo dos 12 anos de Governo da Presidente, mas reconhece que é preciso melhorar. "Os maiores problemas são a falta de emprego, a reconciliação e problemas de saúde", afirma o vice-presidente, que propõe melhorar a infraestrutura do país se for eleito.

O vice-presidente também promete combater a corrupção. "Penso que há diferentes aspetos de governança, que têm a ver com a administração. A Presidente teve o seu estilo e talvez a corrupção não tenha sido suficientemente combatida, mas garanto que posso lidar com a corrupção".

Ex-jogador e ex-modelo na corrida

Outro candidato é o antigo futebolista e atual senador George Weah, do maior partido da oposição. Em 2005, Weah foi derrotado por Sirleaf nas primeiras eleições democráticas da Libéria. Agora, o candidato aliou-se à senadora Jewel Taylor, ex-mulher do antigo Presidente Charles Taylor - conhecido por promover a guerra civil no país. A senadora é considerada a segunda mulher mais forte na política liberiana e tem um grande número de eleitores.

George Weah aliou-se à senadora Jewel Taylor

George Weah aliou-se à senadora Jewel Taylor

Também se destaca como candidato nestas presidenciais o advogado Charles Brumskine, que faz parte da terceira maior força política no Congresso e já concorreu nos dois últimos pleitos.

A única candidata mulher nestas eleições é a ex-modelo e ativista dos direitos humanos MacDellaa Cooper.

O novo Presidente da Libéria deverá ser conhecido até 25 de outubro. O próximo chefe de Estado assumirá o controle de uma economia prejudicada pela crise internacional e pela epidemia de ébolaque assolou o país em 2014.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados