1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

vros

Jovem moçambicano descoberto pelo Facebook lança livro

Poesias postadas por Ernesto Moamba na rede social viram livro publicado por editora brasileira. O escritor apresenta o trabalho hoje (29.11) na sede da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), em Maputo.

Literaturfest München 2016 (Alke Müller-Wendlandt)

Livros de Poesia. Foto ilustrativa.

Ele tem apenas 22 anos e diz que nenhum "like” no facebook foi tão inesperado quanto o da esposa do editor brasileiro Evan do Carmo, o dono de uma editora que incentiva escritores que não teriam chance de publicar livros. Por acaso, Ernesto Moamba realizou um sonho.

"Foi uma grande surpresa. Eu escrevia. Eu tinha costume de escrever alguns escritos meus e publicar no Facebook. Quando um dia desses a esposa de um editor brasileiro entrou em contato comigo, eu achei interessante. Porque eu já tinha o livro escrito, faltava uma oportunidade”, disse o jovem de Maputo em entrevista à DW África.

O escritor foi encontrado nas redes sociais pela esposa do editor Evan do Carmo, dono da "Editora do Carmo", quem convidou Moamba a publicar o trabalho em versões impressas e digitais.

Buchcover Liberta - Te Mae Africa (EC Verlag)

Capa do Livro. Foto de divulgação.

Poemas sobre a África

Os 90 poemas de Ernesto Moamba escritos desde 2008 retratam o cotidiano das tradições africanas e agora serão distribuídos nas 113 páginas do livro "Liberta-te Mãe África”. Porquê Moamba escolheu este tema para fazer a sua poesia?

"É como alguém que dorme saudável e acorda doente. A a primeira impressão é procurar um médico para diagnosticar. Assim aconteceu comigo. Vendo a cultura da África, as dores e o que nossos ancestrais passaram, isso criou-me uma pequena revolta e incentivou-me a escrever, a investigar mais sobre a escrita”.

Um grande trabalho para um escritor tão jovem. "Você se surpreende ao ler a poesia de um garoto de 22 anos como o Ernesto"; diz o editor brasileiro Evan do Carmo, quem decidiu publicar o livro do rapaz de Maputo.

Escritor precoce

Autor Ernesto Moamba (privat)

O jovem escritor Ernesto Moamba, 22 (Arquivo pessoal).

Ernesto Moamba começou a escrever por volta dos 10 anos. Já participou de algumas antologias, porém nunca teve um trabalho publicado. Sua primeira formação foi contabilidade e em meio aos números nunca deixou de escrever. Uma paixão que surgiu em meio as lágrimas das histórias contadas pelos avós.

"Eu vivi com meus avós na infância. Eles me contavam histórias e acontecimentos do passado da escravidão. E, em cada história, era uma gota de lágrima que saía em mim. Por essa razão alguma coisa me motivava: - ‘Ernesto, você tem de escrever, dizer e transmitir isso'”.   

O moçambicano sempre sonhou em publicar um livro, porém nunca teve chance. As dificuldades foram as mesmas enfrentadas por outros escritores, explica o editor brasileiro Evan do Carmo.

Ouvir o áudio 02:30

Jovem moçambicano descoberto pelo Facebook lança livro

"As editoras são blindadas - elas raramente recebem autores novos”, diz o editor. Mas com a internet o contato entre as editoras e autores é rápido e direto. "Hoje, você pode ler um conto, poema, ensaio ou artigo e no mesmo momento definir se tem conteúdo para seguir em frente com a publicação”.

Pelo jeito, Ernesto Momba seguirá em frente com suas palavras no imenso universo da internet. Resta a dúvida se o jovem moçambicano formado em contabilidade deixará de vez o mundo dos números para mergulhar no mundo das palavras.

 

 

 

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados