1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Há cada vez mais lixo nas ruas de Luanda

O Governo de Luanda não tem pago às empresas encarregadas de limpar a cidade. O lixo aumenta nas ruas de dia para dia. O governador da província de Luanda apela ao patriotismo das operadoras de limpeza.

Ao circular em vários bairros de Luanda, quer em zonas urbanas, quer nos subúrbios, é notável a quantidade de lixo. Há áreas em que as ruas ficaram intransitáveis devido aos resíduos sólidos que não são recolhidos pelas empresas que fazem a limpeza da cidade.

Segundo o jornal Nova Gazeta, o Governo de Luanda tem uma dívida milionária para com as operadoras de recolha do lixo. A instituição dirigida por Graciano Domingos deve à Solisal mais de 17,4 milhões de kwanzas (149 mil euros); à Envirobak deve mais de 384 milhões de kwanzas (3,28 milhões de euros); à Clean City deve 40 milhões (mais de 341 mil euros) e à Vista West deve cerca de 2 mil milhões de kwanzas (cerca de 17 milhões de euros).

Estes números da dívida levaram ao cancelamento da recolha de lixo em muitas zonas. As empresas não conseguem pagar o combustível das viaturas de recolha do lixo e os salários.

Ouvir o áudio 02:15

Há cada vez mais lixo nas ruas de Luanda

Província promete pagar dívidas

A 1 de abril, o governador de Luanda reuniu com as operadoras e prometeu pagar as dívidas.

"Assumimos que temos dívidas e que as vamos pagar. Estamos a trabalhar em conjunto com o Ministério das Finanças para dar maiores garantias aos nossos credores", afirmou Graciano Domingos.

No entanto, três semanas depois da reunião, a DW África fez uma ronda nos bairros da capital angolana e observou que a situação permanece na mesma, apesar de algumas empresas estarem a exercer as suas atividades.

Em Luanda, há zonas que nunca tiveram contato com as empresas de saneamento básico. Muitos moradores enterram lixo nos seus quintais: "O carro do lixo nunca passou nesta rua. Muitas pessoas aguardam os tais carros, que todo o mundo deseja", diz uma munícipe.

Angola Müll in der Hauptstadt Luanda

Residentes de Luanda vivem paredes-meias com pilhas de lixo

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados