1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

#GuptaLeaks: As ligações dos Gupta ao poder na África do Sul

Jornalistas divulgaram uma nova investigação que indicia favorecimentos do Presidente sul-africano, Jacob Zuma, aos Gupta, uma família poderosa de raízes indianas.

default

Presidente sul-africano, Jacob Zuma

Na África do Sul são muitos os que suspeitam do envolvimento do Presidente Jacob Zuma em negócios ilícitos, particularmente desde que o chefe de Estado foi alvo de quase 800 acusações de corrupção. Agora, foi divulgada uma série de reportagens sob a égide do hashtag #GuptaLeaks, que evidencia as ligações de Zuma aos Gupta.

"Esta família tem uma relação muito forte com o círculo interno do partido ANC, no poder. Esta relação resultou obviamente em negócios", afirma Sam Sole, um representante do consórcio de jornalistas "AmaBunghane".

Ouvir o áudio 03:16

As ligações dos Gupta ao poder na África do Sul

Sole assegura que o grupo está na posse de e-mails, que provam as ligações da família e que revelam quem são os beneficiários. Segundo os jornalistas, os Gupta têm-se infiltrado sistematicamente na vida política sul-africana e criaram uma rede de aliados em empresas e organizações do Governo. Fundaram escritórios de consultadoria opacos e empresas que rapidamente engrenaram no sistema, e, quem os ajuda, receberia dinheiro e presentes fáceis de dissimular, como viagens de luxo a Veneza ou ao Dubai.

À conta disso, explica ainda Sole, esta poderosa família tem feito negócios lucrativos com empresas públicas sul-africanas, como a gigante energética Eskom ou a transportadora Transnet.

"O negócio mais escandaloso foi a compra de locomotivas a um fabricante chinês através da empresa estatal de transportes Transnet", conta o jornalista. "No total foram adquiridas mais de mil unidades. Uma empresa próxima dos Gupta interveio no negócio e recebeu 20% de comissão. Foi nada mais, nada menos do que 100 milhões de euros por não terem feito nada."

Afrika Johannesburg Ajay und Atul Gupta bei Interview

Empresários Ajay e Atul Gupta com Duduzane Zuma durante uma conferência de imprensa em março de 2011

Filho de Zuma

Nos e-mails intercetados por este consórcio de jornalistas, há um nome que aparece frequentemente: O de Duduzane Zuma, filho do Presidente. Este jovem de pouco mais de 30 anos, conhecido por Dudu, é outra das peças-chave nas ligações do Governo aos Gupta.

Em troca de dinheiro, festas, viagens de luxo e apartamentos milionários, Dudu Zuma usará as relações com o pai para garantir que os Gupta mantêm contratos milionários com o setor público: "Dudu é praticamente um membro da família Gupta", diz Sole. "Ele é bastante importante para permitir uma ligação direta ao Presidente. É uma espécie de mediador. Afinal, ele pode falar de forma privada com o pai sem levantar qualquer suspeita. Quando se tem boas ligações ao Presidente, os negócios tornam-se mais fáceis. O nome Zuma abre muitas portas na África do Sul."

Ainda assim, este grupo de jornalistas não encontrou até agora nenhuma prova válida que relacione diretamente o Presidente aos Gupta.

Apesar de parecer inabalável, o chefe de Estado também não se sentirá totalmente seguro no país. Segundo as últimas revelações, os Gupta terão comprado uma propriedade para o Presidente no Dubai, uma transação que tem sido vista como um "plano B" no caso de Jacob Zuma não conseguir manter a aparente idoneidade.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados