1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

França: Quem é Marine Le Pen?

É tida como a favorita à vitória na primeira volta das presidenciais francesas, mas deverá perder na segunda volta, segundo as sondagens. A candidata da extrema-direita Marine Le Pen tem dado muito que falar.

default

Candidata presidencial da Frente Nacional, Marine Le Pen

Pela primeira vez na campanha, os cinco principais candidatos presidenciais franceses estiveram todos frente a frente na televisão, esta segunda-feira (20.03). Mas, durante o debate, as críticas, tanto dos candidatos da esquerda parlamentar, como da direita, foram sobretudo dirigidas a uma pessoa: Marine Le Pen.

A candidata da extrema-direita, filha de Jean-Marie Le Pen, fundador do partido Frente Nacional, insistiu na saída da União Europeia e que o uso do burkini em França é um exemplo da "ascensão do Islão radical" no país. Em resposta aos comentários sobre o fato de banho integral, o centrista Emmanuel Macron acusou Le Pen de tentar "dividir a sociedade".

A popularidade do partido de Le Pen cresce há anos. Em 2014, a Frente Nacional venceu as eleições para o Parlamento Europeu - uma ironia, tendo em conta que defende que a França saia da União. Um ano depois, o partido ficou à frente na primeira volta das eleições regionais, embora tenha acabado por perder mais tarde, na volta final, face à oposição dos partidos "tradicionais" em bloco.

Embora ainda não domine as preferências da totalidade do eleitorado, a Frente Nacional conquista cada vez mais credibilidade, observa o especialista Jean-Yves Camus.

"Há cinco ou seis anos, muitos eleitores não diziam aos institutos de sondagens que pensavam votar na Frente Nacional. Hoje são mais francos", afirma Camus. "Por outro lado, a plataforma política não mudou muito face a temas como a 'identidade nacional' ou a 'imigração' e a 'xenofobia'."

Frankreich Präsidentschaftswahlen TV Debatte

Debate televisivo com cinco candidatos presidenciais franceses na segunda-feira, 20.03

O fator Le Pen

A ascensão da Frente Nacional é atribuída, em grande parte, a Marine Le Pen. Aos 48 anos, a candidata presidencial suavizou a imagem do partido que herdou do pai, Jean-Marie Le Pen. E está em vantagem em relação a outros líderes europeus da extrema-direita, sublinha Jean-Yves Camus: "Normalmente, esses partidos são liderados por homens", diz o especialista.

"Agora temos o exemplo de uma mulher que, nos seus 40, lidera um partido de extrema-direita e parece uma mulher moderna, com uma plataforma apelativa não só para homens, eleitores com mais de 65 anos, mas também para mulheres mais jovens", acrescenta Camus.

Este ano, numa entrevista a jornalistas estrangeiros, incluindo à DW, Marine Le Pen perguntou: O que há de mau em ser-se populista?

Ouvir o áudio 02:57

França: Quem é Marine Le Pen?

"O que é populismo? São aqueles que querem defender os Governos de, para e em nome do povo? Se for esse o caso, então aceito ser chamada de populista", disse.

Mas quantos eleitores conseguirá Le Pen convencer até às presidenciais de 23 de abril?

Em 2002, o pai da candidata da Frente Nacional conseguiu chegar à segunda volta das eleições, mas foi depois derrotado por Jacques Chirac. As últimas sondagens sugerem que, este ano, Marine Le Pen vencerá a primeira volta – mas o favorito à vitória na segunda volta é Emmanuel Macron.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados