1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Formação para técnicos de energia solar no sul de Moçambique

A energia solar ganha cada vez mais força nas zonas rurais moçambicanas. Os painéis solares são uma boa alternativa para quem não tem acesso à rede elétrica. Uma universidade está a formar técnicos para os instalar.

À partida, carregar o telemóvel ou ver o noticiário na televisão até podem parecer tarefas simples. Mas, sem acesso à rede elétrica nacional, isso torna-se bastante mais complicado ou mesmo impossível. Painéis solares podem ajudar a resolver a questão. Mas, para isso, é preciso haver alguém que os instale e saiba como os reparar em caso de avaria.

A pensar nisso, o Núcleo de Eletrónica e Energias Renováveis da Universidade Pedagógica de Moçambique está a formar técnicos na instalação e manutenção de painéis solares nas zonas rurais do sul do país – ao todo, já formou mais de cem. Sobretudo em locais onde a energia da Hidroelétrica de Cahora Bassa ainda não chegou.

Rosa Chilundo Uranio Mahanjane

Rosa Chilundo e Urânio Mahanjane, da Universidade Pedagógica

"Só com técnicos é possível levar as energias renováveis ou a energia elétrica da cidade para o campo", diz Urânio Mahanjane, diretor daquela unidade de investigação. "Queremos técnicos que garantam que haja energia nas zonas rurais."

Para miúdos e graúdos

O trabalho é levado também às escolas primárias. O Núcleo fornece painéis solares e, ao mesmo tempo, explica aos alunos as vantagens e desvantagens das energias renováveis. Os professores também recebem formação.

"Nós pensamos que o professor não só pode dar aulas de física, mas também tem de conhecer as energias renováveis", afirma Mahanjane.

Eletricistas e mecânicos estão também incluídos nas formações.

Alternativa

O responsável do Núcleo de Eletrónica e Energias Renováveis faz uma avaliação positiva do trabalho feito até aqui e conta que, no terreno, a população já pensa em mais do que carregar o telemóvel com energia solar.

Solarenergie Mosambik

Crianças também recebem formação sobre energias renováveis

"Gostariam de ter geleiras a funcionar na base das tecnologias das energias renováveis, algo que é um grande desafio", refere Mahanjane. "Porque afinal de contas isto também tem os seus custos."

As energias renováveis devem ser vistas como fontes alternativas, explica a porta-voz do Núcleo, Rosa Chilundo. Por isso, o uso destas energias deve ser muito bem planificado.

"Nós temos a época de frio. E se pensarmos na biomassa, a produção do material orgânico não é contínua, porque é a Natureza, são excrementos. Tudo isso precisa de uma planificação. As fontes devem complementar-se", afirma.

O Governo de Moçambique quer que a rede elétrica de Cahora Bassa e energias renováveis cheguem aos 128 distritos até finais deste ano.

Rosa Chilundo entende que o trabalho que o Núcleo desenvolve poderá satisfazer a população, lembrando que a energia solar é de baixo custo. "Nós apostamos nisso porque as zonas rurais precisam dessa componente de eletricidade", diz Chilundo.

Devido a limitações financeiras, os trabalhos do Núcleo de Eletrónica e Energias Renováveis, circunscrevem-se apenas à região sul de Moçambique.

Ouvir o áudio 03:17

Formação para técnicos de energia solar no sul de Moçambique

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados