1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cabo Verde

Em Cabo Verde é construída uma primeira casa ecológica

Feita de materiais recicláveis e da terra, projeto ecológico é até três vezes mais barato que construção convencional e pode ser uma alternativa de habitação no país.

A primeira casa ecológica de Cabo Verde fica no concelho de São Domingos, a 15 minutos de carro da Cidade da Praia. Construída com materiais recicláveis e resíduos, o projeto poderá ser uma alternativa de habitação no país.

A ideia partiu do casal Filomeno Borges, professor universitário, e Neiva Centeio, uma engenheira ambiental. Há um ano, ele viu na televisão pública uma reportagem de uma formação em São Vicente sobre casas ecológicas, interessou-se e abraçou o projeto.

"Contactamos a formadora, uma norte-americana, que deu a formação na ilha de São Vicente, aproveitamos a presença dela no país para nos dar também formação numa técnica de construção nova aqui em Cabo Verde e foi daí que surgiu o projeto", conta.

Tudo se recicla

Essa técnica é nova em Cabo Verde. Se a ideia pegar, poderá revolucionar o setor da construção civil nestas ilhas, sobretudo no mundo rural, acredita Filomeno Borges.

Kap Verde Ökohaus

Areia, palha e garrafas são alguns dos materiais utilizados para construir a primeira casa ecológica de Cabo Verde

"A nossa casa é um projeto piloto nesse tipo de construção que é muito conhecida no Canadá, nos Estados Unidos, na América Latina, mas em Cabo Verde ainda não tinha chegado".

A casa está a ser construída paulatinamente. A construção começou em julho de 2016. O material utilizado provém da terra, como a palha e a areia. O casal explica que, por causa disto, o custo da obra é bastante viável.

"É um projeto que a nível de custo é muito vantajoso, porque não compramos cimento nem ferro, apenas compramos um bocado de areia mas numa proporção muito reduzida em comparação com um projeto de casa convencional".

Quando tudo estiver concluído a casa terá três quartos, uma casa de banho, uma sala de estar, um escritório, uma cozinha, varanda ampla e mezzanine. Neste momento, falta construir apenas a sala de estar, a cozinha e mezanino.

Neste tipo de construção nada se perde, melhor, recicla-se. "Além de utilizarmos material local também fazemos reciclagem de alguns resíduos sólidos na construção como garrafas e outros resíduos", ressalta o casal.

Kap Verde Ökohaus

Casa ecológica custa até três vezes menos que casa convencional

A casa dos sonhos

As construções ecológicas estão em alta nos países mais avançados, ajudam a preservar o meio ambiente e têm custos muito baixos. Além disso, segundo o professor universitário, "há testes no laboratório para avaliar a durabilidade, consistência e todos os requisitos para estas contruções". 

Filomeno Borges pensa concluir a segunda fase da construção até o mês de dezembro. Até lá, estima que o custo total deverá chegar até 2,2 mil contos, ou seja, 20 mil euros – pelo menos três vezes mais barata que uma construção convencional.

Ouvir o áudio 03:08

Em Cabo Verde é construída uma primeira casa ecológica

"Nesta primeira fase gastamos pouco mais de mil contos (cerca de 10 mil euros). Agora faltamos construir o telhado e fazer os acabamentos.Portanto, estamos a contar que até o final devemos gastar pouco mais de dois mil contos (cerca de 20 mil euros)", avalia. "Se fosse para uma casa convencional gastaríamos, no mínimo, cinco mil contos (cerca de 50 mil euros)", ressalta o professor.

Quando se sonha com a casa ideal, pensa-se num lugar belo e agradável, luminoso, fresco, com ar puro, de fácil manutenção e que respeite o meio ambiente. Estas são as características que o casal Filomeno Borges e Neiva Centeio conseguiram harmonizar nesta construção.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados