Conferência da DW: Como combater as desigualdades globais? | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 11.06.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Conferência da DW: Como combater as desigualdades globais?

Começa esta segunda-feira uma conferência da DW sobre "desigualdades globais". É preciso saber "onde as injustiças são quase normais e como enfrentá-las", afirma diretor-geral da emissora. E há convidados de peso.

O que fazem esta semana jornalistas, personalidades da política e dos negócios e representantes de organizações não-governamentais num centro de conferências em Bona, no oeste da Alemanha? Discutem as desigualdades globais.

"O Global Media Forum é uma plataforma única de troca de experiências entre jornalistas de muitos países e os nossos parceiros em todo o mundo, e com pessoas que defendem os média e a liberdade de imprensa", afirma o diretor-geral da DW, Peter Limbourg.

"A cada ano, a conferência mostra quão interligada a Deutsche Welle está. E podemos aprender muito através da troca de experiências e do diálogo".

Closing Ceremony Deutsche Welle Global Media Forum 2017

Diretor-geral da DW, Peter Limbourg

Representações africanas

Na última década, o Global Media Forum, organizado pela Deutsche Welle, consagrou-se como o maior evento internacional dos média na Alemanha. Este ano, na 11ª edição da conferência, são esperados cerca de 2.000 convidados de mais de 120 países.

Graças à cooperação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, pelo menos cem jornalistas de países em desenvolvimento participarão na conferência deste ano.

"Até agora temos recebido muitas inscrições do Paquistão e Bangladesh, bem como de países africanos", diz a responsável pelo programa da conferência da DW, Veronika Spasovska.

Desigualdades globais

O tema central do Global Media Forum deste ano, a desigualdade, será discutido em várias ocasiões.

Do ponto de vista político, o evento contará com a participação da comissária da União Europeia para Economia e Sociedades Digitais, Mariya Gabriel, assim como do ex-Presidente do Afeganistão, Hamid Karzai. Do ponto de vista mais prático, um dos jornalistas mais esperados na conferência deste ano será Yusuf Omar, considerado como um pioneiro na produção de conteúdo para telemóveis. O jornalista explicará como os "smartphones" podem ser usados na luta contra a desigualdade.

Ouvir o áudio 04:01
Ao vivo agora
04:01 min

Conferência da DW: Como combater as desigualdades globais?

Para o diretor-geral da DW, outro aspeto importante do Global Media Forum é a possibilidade de pensar a produção de conteúdo para minimizar as desigualdades no mundo.

"É importante percebermos onde há desequilíbrios, onde as injustiças são quase normais, e como enfrentá-las, e embora nunca haja igualdade total no mundo, ainda precisamos de lutar por direitos fundamentais iguais para todos. Em termos concretos, isso também nos força a refletir sobre como isso afeta as nossas reportagens", sublinha Peter Limbourg.

Como seguir em direto

A 11ª edição do Global Media Forum será muito mais interativa em comparação com as edições anteriores.

Uma equipa de social media garantirá que perguntas e ideias apresentadas durante o evento sejam rapidamente publicadas na conta da conferência no Twitter. Além disso, o fórum será transmitido em direto, garantindo que aqueles que não estão em Bona possam participar pela Internet.

Uma exposição de imagens do fotógrafo Johnny Miller, que mora na África do Sul, também abordará o tema das desigualdades globais. Segundo a organização do evento, o trabalho do fotógrafo sul-africano "retrata a coexistência de 'slums' e bairros nas maiores cidades do mundo".

O último dia da conferência da DW em Bona será dedicado aos "desafios e oportunidades que a digitalização representa para os produtores de média". O Global Media Forum será ainda acompanhado de música, com apresentações de artistas como o cantor de reggae alemão Patrice Bart-Williams e a cantora e poetisa britânica Anne Clark.

Leia mais

Links externos

Áudios e vídeos relacionados