1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Começa contagem decrescente para encontro entre Nyusi e Dhlakama

A Comissão Mista que prepara o encontro entre o Presidente moçambicano e o líder do maior partido da oposição, a RENAMO, reuniu-se pela primeira vez na presença de mediadores internacionais.

default

Foto de arquivo

Representantes do Governo moçambicano e da Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO) prometem trabalhar intensamente para realizar o encontro de alto nível entre o Presidente Filipe Nyusi e o líder do maior partido da oposição, Afonso Dhlakama. Os mediadores internacionais convidados pelas duas partes em conflito encontraram-se na quarta-feira (20.07), pela primeira vez, com a Comissão Mista encarregue de preparar o encontro.

"Estabelecemos que devemos agir o mais rapidamente possível", afirmou o porta-voz da reunião da Comissão Mista, Jacinto Veloso. Alguns mediadores não poderão permanecer muito tempo na capital moçambicana, adiantou.

Ouvir o áudio 02:12

Começa contagem decrescente para encontro entre Nyusi e Dhlakama

A RENAMO insiste em governar em seis províncias do norte e centro do país, onde reclama vitória nas eleições gerais de 2014. Mas, apesar do início das conversações preparatórias em Maputo, continua a haver relatos de ataques perpetrados por ambas as partes.

Reuniões em separado com Governo e RENAMO

Na quarta-feira, os mediadores internacionais encontraram-se ainda em separado com os representantes do Governo e da RENAMO na Comissão Mista para auscultar as suas principais preocupações.

O Presidente Filipe Nyusi recebeu também a equipa de mediação antes do encontro da Comissão, agradecendo a disponibilidade em ajudar Moçambique a restabelecer a paz efetiva e definitiva no país.

"Neste processo, nós queremos que o vencedor seja o povo moçambicano", sublinhou Nyusi. "Os interesses do povo têm que prevalecer. Os interesses da soberania têm que prevalecer. Nós queremos continuar a ser um povo independente, um povo que produz para o seu crescimento."

O chefe de Estado garantiu que não pretende influenciar as decisões que forem tomadas nos encontros preparatórios das conversações de paz.

Mosambik Demonstration für Frieden in Maputo

Manifestação pela paz em Moçambique a 18 de junho de 2016, no centro de Maputo

O porta-voz da reunião da Comissão Mista, Jacinto Veloso, revelou que todos os mediadores estiveram representados nos encontros de quarta-feira. Dois deles são Mario Raffaelli, o mediador-chefe do Acordo Geral de Paz de 1992, e Angelo Romano, da Comunidade de Santo Egídio, ambos indicados pela União Europeia. Participam ainda representantes da Igreja Católica, do Governo da África do Sul, da Fundação para a Liderança Global e da Fundação Faith, dirigida pelo ex-primeiro-ministro britânico, Tony Blair.

A Comissão Mista volta a reunir-se esta quinta-feira (21.07).

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados