1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Chivukuvuku reeleito líder da CASA-CE

A semente da CASA-CE "caiu em terra fértil e germinou", assegurou Abel Chivukuvuku no dia em que foi reeleito como presidente do segundo maior partido da oposição em Angola. Chivukuvuku espera colher os frutos em 2017.

default

Abel Chivukuvuku (centro) acena a apoiantes na campanha eleitoral de 2012

Abel Chivukuvuku foi reconduzido como presidente da segunda maior força da oposição em Angola. 91,6% dos delegados do partido elegeram Chivukuvuku no primeiro dia do II congresso ordinário da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), com os olhos postos nas eleições do próximo ano.

A reeleição "é um bom prenúncio", lê-se na página de internet do partido. A CASA-CE traça um objetivo claro - retirar o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) do poder, antes de José Eduardo dos Santos completar quatro décadas na Presidência. "Só resta ao inquilino do Palácio da Cidade Alta fazer as malas nas eleições gerais de 2017, porque a mudança de regime é a única esperança dos angolanos", continua o texto.

Uma planta que dará frutos?

Chivukuvuku foi reeleito, na terça-feira (06.09), com 646 votos, num total de 908 votantes. Carlos Pinho e João Kalupeteka, que também se candidatavam à liderança da CASA-CE, obtiveram 53 votos e seis votos, respetivamente.

Gründung der Partei CASA in Angola

CASA-CE foi fundada em 2012 e conquistou nesse ano oito lugares no Parlamento

O líder reeleito da CASA-CE pediu aos militantes que concentrem agora os seus esforços na concretização da meta eleitoral: "Lançámos a semente em 2012, caiu em terra fértil e germinou, durante esses anos procuramos de cuidar a planta para poder crescer sadia, para aqueles que são agricultores sabem que a planta é preciso regar, podar, fertilizar e cuidar e é isso que fizemos esses anos para colher em 2017", afirmou Chivukuvuku.

Em 2012, quando foi criado, o partido elegeu oito dos 220 deputados à Assembleia Nacional. No próximo ano, Chivukuvuku espera formar Governo ou ser "a parte mais relevante" do Executivo em Angola.

"Os angolanos esperam por nós, depende de nós correspondermos com esta expetativa", afirmou Chivukuvuku no congresso da coligação.

André Mendes de Carvalho "Miau", Lindo Bernardo Tito, Manuel Fernandes, André Sebastião, William Tonet e Cesinanda Xavier foram eleitos vice-presidentes da CASA-CE na terça-feira.

Leia mais

Links externos