Bayern de Munique demite Ancelotti após derrota amarga na Liga dos Campeões | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 28.09.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Bayern de Munique demite Ancelotti após derrota amarga na Liga dos Campeões

O maior clube de futebol da Alemanha, o Bayern de Munique, demitiu o seu treinador após um 0:3 contra o PSG (França) na Liga dos Campeões. Ao contrário do seu antecessor, Pep Guardiola, Ancelotti não convenceu.

FC Bayern Muenchen- Carlo Ancelotti (Imago/Sven Simon/F. Hoermann)

Carlo Ancelotti (imagem de arquivo)

O Bayern de Munique demitiu nesta quinta-feira (28/09) o técnico italiano Carlo Ancelotti, um dia após a derrota frente ao Paris Saint-Germain por 3 a 0, na Liga dos Campeões da Europa, conforme veiculam vários órgãos de imprensa da Alemanha.

O novo comandante do time bávaro, será o francês Willy Sagnol, que assumirá o cargo de maneira interina. Atualmente, o antigo lateral-direito do clube exerce a função de auxiliar técnico.

FC Bayern München - Willy Sagnol (picture-alliance/Fotostand/Jakob)

Willy Sagnol: até agora auxiliar técnico, é o novo treinador interino do Bayern

"O que vimos não foi o Bayern de Munique"

Com o antecessor de Ancelotti, o catalão Pep Guardiola, no comando, o Bayern de Munique dominava a liga alemã e teve bons rendimentos na Liga do Campeões. "Foi uma derrota muito amarga", comentou o diretor do clube, Karl-Heinz Rummenigge, a partida em Paris. "Foi uma derrota que temos que analisar e dela tirar as consequências. O que vimos não foi o Bayern de Munique", disse Rummenigge quando justificou a demissão de Ancelotti.

O 3:0 da quarta-feira (27.09.) contra o PSG de Paris foi a pior derrota do Bayern em 21 anos na fase de grupos da Liga dos Campeões. Ancelotti tinha surpreendido os adeptos quando na equipa não chegaram a jogar o internacional Mats Hummels, nem o francês Franck Ribéry. O holandês Arjen Robben apenas entrou no campo através de uma substituição quando a sua equipa já estava a perdia por três golos. Outro internacional alemão e tradicionalmente um dos pilares da defesa do Bayern, Jérome Boateng, nem esteve na convocatória para o jogo.

Fußball Champions League - Paris St. Germain - Bayern München Trainer Ancelotti NEU (picture-alliance/dpa/L. Perenyi)

Ancelotti durante o jogo contra o PSG em Paris

Fraco arranque da temporada para os bávaros

De acordo com algumas publicações alemães, ontem, depois da derrota para o PSG, em que Daniel Alves, o uruguaio Edinson Cavani e o brasileiro Neymar marcaram, Ancelotti teria colocado o cargo à disposição.

Além da derrota para o time francês, o Bayern de Munique teve o pior começo no Campeonato Alemão em muitos anos. Até o momento, o time está na terceira posição na tabela, três pontos atrás do Borússia de Dortmund e um do Hoffenheim.

Sucessores possíveis: Tuchel ou Nagelsmann?

Até agora, era consenso entre os observadores do futebol alemão que o treinador do Hoffenheim, Julian Nagelsmann, seria o candidato natural para a sucessão de Ancelotti após o fim desta temporada, em maio de 2018. Ele mostrou-se publicamente muito interessado no Bayern e está a contruir uma casa em Munique.

Com a despedida de Ancelotti, o antigo treinador do Borússia de Dortmund, Thomas Tuchel, volta a ser um dos nomes mais falados. Apesar de bons resultados na Bundesliga e de ter ganho a Taça da Alemanha em 2017, Tuchel teve que sair do Dortmund por causa de divergências com a direção do clube e está atualmente sem contrato.

Leia mais