1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Ataque na Somália faz vários mortos

Um carro armadilhado explodiu junto a um hotel em Mogadíscio. O ataque foi reivindicado pelo grupo radical Al-Shabab.

Pelo menos 13 pessoas morreram esta segunda-feira (13.03.) num ataque com um carro armadilhado junto ao Hotel Weheliye, numa rua movimentada da capital da Somália, Mogadíscio.

"Transportámos 13 corpos e 14 pessoas ficaram feridas. O número de mortos ainda pode aumentar", afirmou à agência Reuters Abdikadir Abdirahman, responsável das equipas de emergência que acorreram ao local.

Os números de mortos e feridos avançados pelas agências de notícias divergem.

O grupo radical Al-Shabab reivindicou a autoria do ataque, dizendo que o hotel abrigava "oficiais e apóstatas".

Novo Governo promete mão de ferro

Horas antes, as forças de segurança dispararam contra um miniautocarro quando o condutor se recusou a parar num controlo militar. A viatura explodiu e o condutor morreu. Segundo a polícia, várias pessoas ficaram feridas.

"Estamos chocados com as explosões que visam prejudicar a população", disse o novo primeiro-ministro, Hassan Ali Khaire. "Prometo que nos vamos opor aos elementos sedentos de sangue com mão de ferro."

O grupo radical Al-Shabab, que ainda controla vastas zonas do centro e do sul da Somália, ameaçou continuar com os ataques no país após a nomeação do novo Presidente, Mohamed Abdullahi Mohamed, a 8 de fevereiro.

Leia mais