1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Alemanha e Moçambique reforçam cooperação

Moçambique e Alemanha rubricaram três acordos num montante de 130 milhões de euros que se destinam ao desenvolvimento de Moçambique. A prioridade vai para o setor de educação e a biodiversidade.

Maputo Schule

Escola secundária Josina Machel, em Maputo

Moçambique e Alemanha acabam de selar três acordos para disponibilizar cerca de 130 milhões de euros que se destinam ao desenvolvimento de Moçambique. A prioridade deste montante vai para o setor de educação e a biodiversidade.

A descentralização para o desenvolvimento rural e desenvolvimento económico sustentável será igualmente incluida no plano de desenvolvimento acordado pelos dois países.

Os acordos foram assinados nesta sexta-feira (03.06) e têm um prazo de execução de dois anos.

O governo alemão compromete-se a apoiar igualmente o setor da energia, através da modernização e ampliação da rede elétrica.

50 milhões de euros para a educação

O embaixador da Alemanha em Moçambique Philipp Schauer, anunciou que do montante disponibilizado, 50 milhões se destinam ao setor da educação. “Estamos satisfeitos de poder financiar alguns novos programas que estarão focalizados na expansão da oferta da educação técnico-profissional através de uma parceria com estas instituições de ensino”.

Deutschland Mosambik Außenminister Oldemiro Marques Baloi bei Frank-Walter Steinmeier in Berlin

Oldemiro Baloi e Frank-Walter Steinmeier , os chefes da diplomacia de Moçambique e da Alemanha, em Berlim(2014)

Outras áreas anunciadas pelo governo alemão têm a ver com o estabelecimento do BIOFUND, que é o fundo da Biodiversidade, cujos objetivos são explicados pelo embaixador.

“Proteger a biodiversidade através do estabelecimento do BIOFUNDO com o objetivo de apoiar a conservação da biodiversidade. A Alemanha continuará a providenciar o apoio programático para o fundo de apoio ao setor da educação com 30 milhões de euros.”

Ajuda para dinamizar ações do Governo

O ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, referiu que o montante disponibilizado vai dinamizar as atividades do governo.

O governo de Moçambique quer dar prioridade aos planos estabelecidos nos próximos cinco anos, nomeadamente na consolidação da boa governação. “Contribuir para uma materialização mais dinâmica de ações nos setores enunciados no programa do Governo de Mocambique, designadamente a educação, o programa de desenvolvimento integrado para as autarquias rurais, o apoio aos municípios, a promoção do setor financeiro, a modernização da rede elétrica, adaptação às mudanças climáticas, fundos para estudos e peritagem e conservação do Parque Nacional do Limpopo.

Oldemiro Baloi Außenminister Mosambik

Oldemiro Baloi, ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação

Para além disto, Oldemiro Baloi deixou claro que o trabalho com os parceiros de cooperação visa acima de tudo melhorar a vida dos moçambicanos. “Acreditamos que os acordos terão um impacto catalizador na implementação dos objetivos estratégicos inscritos no programa quinquenal (2015-2019).

As relações de cooperação entre os dois países duram há quarenta anos e o governo germânico já disponibilizou mais de mil milhões de euros para diversas atividades em Moçambique.

Ouvir o áudio 02:31

Alemanha e Mocambique reforcam cooperacao

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados