1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Alemanha doa 27 milhões de euros para educação em Moçambique

O dinheiro destina-se à formação de professores, ao fornecimento de livros escolares ou a apoiar a construção de novas salas de aula.

A maior parte do montante (25 milhões de euros) destina-se ao Fundo Comum de Apoio ao Setor da Educação (FASE) em 2014 e 2015. Dois milhões de euros são para o apoio técnico à construção de escolas.

A educação é uma das áreas a que o Governo alemão tem dado prioridade, há dez anos, na cooperação com Moçambique. Segundo a embaixada alemã em Maputo, a Alemanha disponibilizou até agora 200 milhões de euros para o setor.

"Uma população bem informada e com conhecimentos adequados para o mercado de trabalho tem de ser a base para um crescimento económico que traz benefícios tangíveis para toda a população", disse o embaixador da Alemanha em Moçambique, Philipp Schauer. "Só uma população bem qualificada poderá desfrutar das grandes oportunidades económicas que se apresentam no país neste momento."

Grundschule in Pemba

Escola primária em Pemba, no norte de Moçambique

Avanços…

O embaixador notou que Moçambique fez progressos significativos neste setor, principalmente no que diz respeito à criação de um sistema de educação para todos.

Em 2013, 77 por cento das crianças de seis anos puderam ir à escola, segundo o vice-ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros, Henrique Banze. "Também podemos mencionar com orgulho o aumento significativo do ingresso e permanência das raparigas na escola. Como sabem, um dos grandes problemas que nós temos tido é o facto de as raparigas não poderem concluir o ensino básico."

… e desafios

Mas o setor ainda enfrenta vários desafios. Tanto o Governo de Moçambique como o Governo alemão estão particularmente interessados em aumentar a qualidade do ensino.

"Daí a importância de formação permanente e supervisão de professores, a criação de um ambiente favorável à aprendizagem, o que passa pela necessidade de melhorar a qualidade das infraestruturas escolares, disponibilidade de equipamento e material para o processo de ensino e aprendizagem, a qualidade dos professores e as condições de trabalho dos professores", afirmou Henrique Banze.

O embaixador da Alemanha em Moçambique concorda. "Subsistem importantes desafios ao nível da qualidade do ensino, como mostrou a recente avaliação nacional de competências de leitura na terceira classe", disse Philipp Schauer. "A priorização da formação e supervisão de professores e uma boa gestão escolar são aspetos-chave para melhorar os resultados da aprendizagem."

Ouvir o áudio 03:30

Alemanha doa 27 milhões de euros para educação em Moçambique

Construção de escolas

O Governo alemão anunciou o fim do apoio financeiro para a construção de escolas em 2013. O embaixador Schauer lembrou que, nos últimos dez anos, a cooperação com Moçambique construiu 372 salas de aula, escritórios e alojamentos de alta qualidade para professores . "Agora é o Governo moçambicano que vai continuar esse trabalho."

A partir de agora, a Alemanha financiará apenas o apoio técnico à construção.

Em abril deste ano, Moçambique e Alemanha inauguraram um Gabinete para o Fomento Económico, facto que é considerado como um reforço da cooperação entre os dois países.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados