1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

A música é um espaço de liberdade e como tal livre de conflitos, diz a fadista Mariza

Na apresentação do novo disco, em Colónia, a fadista portuguesa Mariza não esqueceu os atentados de sexta-feira (13.11), em Paris, considerando que a música é um espaço de liberdade e como tal deve estar livre conflitos.

No último fim de semana (15.11) a fadista portuguesa Mariza apresentou, na cidade alemã de Colónia (oeste), o seu mais recente álbum chamado Mundo.

O auditório encheu para ouvir os novos ritmos que a cantora introduziu neste disco. Os dois mil lugares da sala de concertos da Pilharmonie de Colónia ficaram preenchidos para receber a voz da fadista Mariza. A portuguesa, com uma costela moçambicana e outra venezuelana, está em digressão a apresentar o seu novo álbum que se chama Mundo.

Ouvir o áudio 03:38

A música é um espaço de liberdade e como tal livre de conflitos, diz a fadista Mariza

Assim que a cantora entrou no palco sentiu-se a presença dos portugueses que assistiram ao concerto como Fernando Martins que já ouviu a cantora "noutras ocasiões aqui na Alemanha. Foi outra vez muito bom. As outras duas foi em Ludwigshafen eOberhausen".

Neste novo álbum, a cantora apresenta novas sonoridades além das do fado, como tem acostumado os fãs como Cláudia Martins que vê a Mariza como “cantora de fado”, apesar disso diz ter “gostado” sobretudo "quando interpreta fados e faz uma mistura” com as novas sonoridades. Já Arlindo Rolo, que viu a Mariza pela terceira vez, refere que foi muito bom ver a sala cheia a receber a cantora. “Melhor não podia ser” concluí o admirador português.

Mas também, constatamos a presença de muitos alemães, talvez a maioria, que diz "viajar para outros lugares quando escutam a voz da cantora". É o caso de Beaten que conhece a Mariza há algum tempo. "Assisti a muitos concertos dela, acho fantástico o quão diferente ela consegue ser e hoje encontrei-a ainda mais madura do que da última vez. Apreciei mesmo muito”, disse a espetadora à saída do concerto.

Para Juta, uma alemã que fala português com sotaque do Brasil, diz que "o concerto foi maravilhoso. Fui convidada e gostei muito. Foi a primeira vez que ouvi a Mariza a cantar. Normalmente escuto música do Brasil e desta vez adorei”, exclama Juta.

O espetáculo foi muito bem gerido pela artista que interagiu inúmeras vezes com a audiência, chegando mesmo a juntar-se ao publico ao descer do palco já na parte final do concerto, onde apresentou os seus temas mais conhecidos como “Gente da Minha Terra”.

Paris, o "medo de um ataque inesperado em um lugar inesperado"

A cantora não deixou de fazer referência aos atentados que ocorreram em Paris, no último fim de semana (13.11), e expressou o medo de um ataque inesperado em um lugar inesperado.

Fado Sängerin Mariza

Mariza ao vivo em Berlin (12.10.2013)

A fadista lamentou o curso que o mundo está a tomar e lembrou que a musica é um espaço de liberdade, sem política e como tal separado de qualquer conflito.

Este novo disco foi produzido por Javier Limón e conta com 11 temas inéditos, entre os quais "Rio de mágoa". A cantora regressa assim ao estúdio, cinco anos depois de lançar “Fado tradicional”.

No álbum a fadista resgata igualmente temas dos repertórios de Amália Rodrigues e Carlos Gardel, tendo a cantora gravado pela primeira vez em espanhol. Neste disco, o ouvinte encontra também temas cantados em crioulo de Cabo Verde.

A digressão Mundo 2015 termina com dois concertos no Porto, 26 e 27 de novembro e um em Lisboa no dia 07 de dezembro.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados